EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Visita ao triângulo Tucano: II Parada: Pari-cachoeira

As 06h do sábado já estávamos no barco prontos para partir. Irmã Rose havia nos preparado uma marmita com carne de caititu e lá fomos nós. Padre Mário ficou em Taracuá. Subia conosco um jovem professor que estava hospitalizado e retornava a sua comunidade agora.

Certamente uma das características mais marcantes do rio Tiquié são as curvas. Aparecem a todo instante, longas, curtas, fechadas… somam mais de 370 até a missão. O rio já estava abaixo da média para esta época o que torna a paisagem mais bonita, porém desafiadora. As corredeiras das cachoeiras do jabuti e do tucano exigem práticos habilidosos e atentos.

Por volta das 13h, avistamos a comunidade. Seguimos a pé do porto até a missão passando primeiro pela casa das irmãs até a antiga residência salesiana, hoje habitada pelos acolhedores padres Ivo e Gilberto. No fim da tarde visitamos o batalhão do exército e passamos ao lado do cemitério, onde retornamos com o bispo no domingo a tarde para rezar junto ao túmulo do padre Ezequiel Lopes
A obra tem a estrutura básica da maior parte das missões. De um lado a residência salesiana, no meio a igreja matriz e do outro lado o antigo externato feminino, hoje a escola D. Pedro Massa, seguida do posto de saúde. Aqui, como em Taracuá, por toda parte estão os sinais da presença salesiana. Bairros, ruas, capelas levam o nome de nossos santos, sem contar na homenagem aos antigos salesianos a quem deram nomes de lugares e pessoas.

Esta localidade foi visitada pela primeira vez por mons. Lourenço Giordano, juntamente com os irmãos Miguel Blanco e Manoel Fernandes Valério no ano de 1915, mas sua fundação data do dia 2 de julho de 1940. Em 1946 chegaram as irmãs salesianas.

A comunidade estava em pleno tríduo em preparação a festa de Dom Bosco, que é o padroeiro da paróquia. Os dias que passei em Pari foram intensos e de uma riqueza pastoral imensa. Encontrei-me com os jovens em duas ocasiões, primeiro em uma tarde de espiritualidade com mais de 100 participantes, segundo, na véspera de nosso retorno com um grupo de 12 jovens do JUISC (Juventude Indígena Seguidores de Cristo).

Dia particularmente intenso foi o 16 de agosto. Nesta manhã após a oração na comunidade com os padres e o bispo, fui à casa das irmãs onde me esperavam para rezarmos juntos a memória de nosso pai fundador. Simples e belo. Após o café festivo fomos à missa presidida por D. Edson na igreja matriz lotada de fiéis. Pediu-me para fazer a reflexão no momento da homilia.
Nas palavras que dirigi aos presentes lembrei a predileção de Deus pelos pequenos conforme o evangelho lido, e do amor por estes pequenos que motivou D. Bosco e seus filhos a irem a todo lugar para anunciar a boa nova. Nossa condição humana, porém, muitas vezes, no ímpeto de fazer o bem, nos fez cometer erros, que nas mãos de Deus sempre redundam em algum benefício aos seus filhos.
Com o pedido de perdão pelas nossas falhas cometidas no passado, convidei aos presentes a agradecermos a Deus pelas muitas maravilhas que ele realizou no coração desta comunidade e de cada morador. Os salesianos hoje não estão mais aqui, mas D. Bosco não vos deixou e nunca vos deixará, continua sua relíquia sobre o sacrário como sinal visível de sua presença, continuam as irmãs salesianas como portadoras concretas do carisma salesiano nesta terra amada por Deus, porque habitada pelos humildes de coração, os pequenos, os seus prediletos.
Após a missão seguiram os jogos por todo o dia. Muita animação. Senti-me em casa em pleno oratório.

Deixamos Pari na quinta feira dia 18 com o coração apertado e cheio de saudades por termos vivido ai a melhor festa de D. Bosco de nossa vida. Agradecemos as irmãs pela acolhida e carinho, o mesmo se diga dos padres Ivo e Gilberto que manifestaram particular apreço a nossa presença, cuidando para que tivéssemos toda liberdade e conforto.
Que o Sagrado Coração de Jesus palpitante de amor na Santa Eucaristia seja nosso refúgio e fortaleza. Amém.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀