EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Um grande agradecimento por sua vocação

“Ninguém tem amor maior do que aquele que dá a vida pelos amigos… ” (Jo, 15,13)

Neste momento de grande consternação pela improvisa Páscoa do nosso Inspetor, Pe. Benjamim Morando, tomei a liberdade de, em nome dos formandos tirocinantes, dizer algumas palavras de agradecimento.

Padre Benjamim, como todos nós, não foi um homem perfeito. Ao lado, porém, de seus limites pessoais possuía diversos dons que o habilitaram para a Consagração Salesiana, o serviço Presbiteral e para o governo da Inspetoria em duas ocasiões de contextos bem diversos, mais igualmente exigentes.

Em nós também, suas decisões causavam sentimentos variados, mas em uma coisa somos unânimes: tratou-nos como um pai trata os filhos. Acreditava em cada formando. Colocou-se diversas vezes em linha de frente para defender-nos quando poucos defendiam, às vezes por razões justas. Não sabemos de e-mail que ele não tenha respondido, de conversa adiada por razões de ocupações maiores, de pedidos esquecidos(ainda que ponderados).

Próximo de nós nunca foi o INSPETOR, com letras graúdas, sempre foi amigo. A liberdade com que tratávamos como ele causava surpresa em quem por diversos motivos esqueceu o que significa Familiaridade. Com Pe. Benjamim proximidade e decoro não se opunham nem se enfrentavam. Sabia dizer: Chega! Essa conversa já rendeu o que tinha que dar! Nós entendíamos.

Suas visitas canônicas começavam pelas casas de formação. Uma opção consciente e declarada – Aqui está o futuro da Inspetoria, afirmava. Demonstrava especial predileção pelas vocações indígenas, não poucas vezes causa de algum resmungo entre os filhos de outras áreas. Ele amava esta região. O Rio Negro corria em suas veias.

Tinha uma convicção missionária fora de sério. Nos queria fortes, empreendedores e práticos – Não acredito que não sabem cuidar de horta, não trocam lâmpadas, não entendem de encanamentos? Essas questões iam e vinha no seu discurso a ponto de nos chatear. Explicava – Nas missões vão precisar. Em uma ocasião de conversa informal, frente a diversos elogios à região, falamos: Padre as missões da inspetoria não se limitam ao Rio Negro. Ao que ele, como respiração profunda e certa tristeza na voz disse – É… Mas lá se precisa mais! Se somos responsáveis pelo que cativamos, igualmente cuidamos do que nos cativa. O povo do Rio Negro o cativou e ter vivido seus últimos dias navegando nestes rios foi uma feliz despedida para ele.

Quando me encontro nestes dias virtualmente com os irmãos logo me perguntam: E como ele estava? – Feliz! Estava Feliz! Fez seu sacrifício. Não me ponho a conjecturar sobre qual decisão de sua parte poderia ter sido mas prudente quanto a viagem, ou que cuidados poderiam ter salvo sua vida. Para quem ama a única medida é a cruz.

Nossa comunidade foi seu último recanto salesiano. Fez as refeições conosco, atendeu os irmãos na noite de segunda. Celebrou a missa na Festa de São José na terça pela manhã, aceitou cuidados na perna bastante debilitada antes de partir, brincou com os doces que levava a casa inspetorial. Profeticamente antecipou seu agradecimento ao Pe. Václav pela visita – Não… Para lá outros vão agradecer. Aqui faço o meu agradecimento.

Hoje, dia 07, na missa que a família Salesiana de São Gabriel celebrou na catedral as 19h30, em sufrágio de sua alma, Pe. Mário Zangarini lembrou-nos que o mês de maio congrega de modo todo particular a Santidade da Família Salesiana. Em torno de Maria Auxiliadora vários dos nossos irmãos e irmãs Santos e Santas celebram sua data. Eis um grande consolo, no dia em que celebramos a festa de nosso patrono inspetorial, São Domingo Sávio, ganhamos mais um intercessor nos céus.

Partiu nosso superior. Foi-se um irmão! Para nós tirocinantes, para além disto, faltará um pai!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀