EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

“Tu es vita et resurrectio nostra, Domine!”

Caros irmãos e irmãs,

Ontem, às 16h30, mais uma vez, fomos provados pela dor da separação, com a notícia do falecimento do P. Alexandre Guarde.

Pela terceira vez, em poucos meses, mais um irmão parte, realizando a sua última viagem, rumo ao abraço misericordioso e eterno de Deus.

No caso do P. Alexandre, o sentimento de dor é maior, pois ele se encontrava bem na comunidade, dando a sua contribuição de vice-pároco, cuidando da visita aos doentes, sempre disponível para as confissões, preparando-se com atenção às celebrações que lhe eram confiadas, na participação da comunidade salesiana, e antenado com a Igreja e a Inspetoria, através da internet.

Até que na semana passada, sofreu aquele atropelamento, sendo socorrido por um jovem enfermeiro, morador próximo do Centro do Menor. Graças a esse profissional, P. Alexandre foi atendido, de forma veloz, pelo Corpo de Bombeiros, e conduzido ao Pronto Socorro, acompanhado pelos nossos irmãos de Porto Velho.

Recebeu, de imediato, prioridade seja no Pronto Socorro como também no Hospital das Clínicas, para onde foi transferido, logo em seguida.

Nos dias que passou na U.T.I., P., Gennaro constatou o carinho, o respeito e a atenção que profissionais da saúde, leigos da Paróquia e amigos e fiéis devotaram ao P. Alexandre.

No último final de semana, tive ainda a alegria de sentir o aperto de sua mão, de acompanhar seus lábios oracionais, sua vontade de narrar ao Inspetor o acontecido, sua vontade de se levantar, sua comoção ao receber a unção dos enfermos e a bênção de N. S. Auxiliadora.

Naquele momento, debruçado sobre ele, sentia o peso de minha responsabilidade, de Inspetor, transmitindo todo o afeto, a fé e a fraternidade dos irmãos.

P. Alexandre se comunicava com frequencia com os parentes [sobrinhas netas] na Espanha, e após o atropelamento, P. Gennaro teve que procurar em seu laptop o endereço das mesmas para transmitir o acontecido. Todavia, deparou com uma dificuldade: a senha. Sim, qual era a senha do P. Alexandre? E começou a tentar com os dados anagráficos, daqui e dacolá … até que se encontrou com a indicação de que a senha tinha algo a ver com a palavra PAI…Fez mais algumas tentativas, até que tentou e entrou com a palavra DOM BOSCO. Não obstante a idade, e as novas linguagens da comunicação, ele [Alexandre] maneja todo esse universo a partir de uma chave importante e fundamental para a sua vida: PAI DOM BOSCO!

Sim, caros irmãos, nosso irmão mais velho partiu! E com ele tantos ensinamentos, memórias, histórias e testemunhos de uma vida dedicada à missão salesiana na Amazônia, foram 43 anos na região, especialmente em Rondônia.

P. Alexandre realizou seu “trânsito” no dia em que a Igreja faz memória de S. João Maria Vianney, e no inicio do mês de agosto, tão querido aos salesianos.

Que tais exemplos de santidade e dedicação pastoral nos ajudem a transmitir os valores do evangelho e do carisma de Dom Bosco aos jovens e famílias de nosso tempo.

Hoje pela manhã, após a liberação do corpo pelo I.M.L., o mesmo foi conduzido à Igreja de São João Bosco, tão querida ao P. Alexandre. Aí os fiéis tiveram a ocasião de manifestar mais uma vez o carinho e as preces de sufrágio por aquele que foi Diretor, Pároco, confessor e amigo de todos.

Às 16h00, haverá a celebração eucarística no Santuário de Fátima, e logo em seguida o sepultamento, na cripta da Igreja.

Presidirá a celebração Dom Antonio Possamai, o Vice-Inspetor, P. Francisco Alves, representando toda a Inspetoria, e os irmãos da área do AROMA.

Caro P. Alexandre lembro, nesse momento, de suas palavras, todas às vezes que nós nos encontrávamos: “P. Inspetor … estou bem de saúde, mas quando tiver que fazer a minha viagem, peço a Deus que seja rápida, não quero ficar muito tempo em uma cama, dando trabalho". Eh, foi tudo muito veloz … caro irmão! Agora, apresenta ao Senhor todas aquelas intenções, pela missão e pela Inspetoria, que estavam sempre em seu coração!!!

Um agradecimento fraterno a Dom Moacyr, Arcebispo de Porto Velho e a Dom Antonio Possamai pelo carinho que sempre visibilizaram ao P. Alexandre, como “patriarca” daquele presbitério, a todos e a cada um dos irmãos da comunidade Dom Bosco de Porto Velho, aos leigos da Paróquia e do Colégio, amigos e profissionais da área da saúde que amaram e dedicaram atenção ao nosso irmão mais velho, que ora descansa em Deus!

Unidos em comunhão de preces,

P. Damásio Medeiros
Inspetor

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀