EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Segue-me! Um passo possível

Manaus/AM – A Equipe de Animação Vocacional da área de Manaus ( Dernival, Augusto e Pe. Bené), animou, em meados de Julho, o acampamento vocacional chamado SEGUE-ME!

A dinâmica que orientou o encontro foi centrada em depoimentos-testemunho de 15 minutos e perguntas pelos jovens presentes. Eis alguns traços destes testemunhos;

  1. Uma oração na natureza: os jovens buscam, nos céus, o brilho de estrelas. As estrelas falam de sonhos que parecem inacessíveis, tal como a felicidade nem sempre acontece na vida dos jovens. O texto iluminador, Jo 1,37-39, orienta os jovens a se colocar em processo de busca, de procura, desde a reflexão: o que quero ser? o que quero fazer de minha vida? Como quero viver? Oração em ritmo pessoal e grupal.
  2. Um casal de Salesianos Cooperadores: alimentados pela viva participação na vida paroquial , Ocy e Djalma testemunham o sentido de suas vidas pelo compromisso com as necessidades da comunidade e pelo esforço de estar presente nos diversos eventos juvenis paróquias. Vida serviçal, no cotidiano de uma família simples e pobre.
  3. Um sacerdote salesiano: Pe. Gilberto constrói sua felicidade no dia a dia do trabalho educativo. A cada dia faz novas descobertas que reafirmam, em seu coração, a validade de seu Projeto de Vida centrado em Jesus Cristo. Sinaliza sua caminhada sempre orientada por um acompanhante espiritual. Na sua dedicação, aceita as vitórias e as derrotas que testam a firmeza de seu objetivo de vida.
  4. Um salesiano estudante de Teologia: manifesta a sua felicidade de ser salesiano. Raimundo Marcelo, detalha algumas referências de caminhada vocacional: sua família de profunda fé comunitária, seu grupo de jovens e seu compromisso concreto na comunidade. Há muitos caminhos que podem levar à felicidade, desde que fundamentados num objetivo de vida. Provoca os jovens ouvintes a descobrir seu caminho pessoal e também a partilhar da vida salesiana.
  5. Um casal, não pertencente à Família Salesiana, mas totalmente comprometido na pastoral da Paróquia-Colégio Dom Bosco. Junior e Vanusa testemunham a força que os jovens têm para mudar a vida dos adultos. O episódio de seu filho agredido na escola como fator de descoberta de um novo sentido para o casal. O foco de suas vidas: aproximar-se das pessoas para lhe despertam a alegria de viver com um sentido. Sentem que Deus está sempre presente na vida de cada jovem, mais além da concreta vocação vivida.
  6. Um salesiano coadjutor: Dernival,envolvido por Dom Bosco, desde criança, na missão salesiana. Cativado pela energia emanada no Centro Juvenil de São Gabriel. Dernival relata suas dificuldades para trilhar a vocação salesiana, também por parte de familiares, de algumas posturas e pressão de seus colegas jovens (‘vocação, coisa de veado’ e a pressão do ambiente( os colegas da vida animada a ‘adoçante’). Relata seus caminhos de altos e baixos e a força de sua atual opção por Jesus Cristo e a felicidade de ser salesiano..
  7. Uma Filha de Maria Auxiliadora: importa ficar de olho na vida e perguntar-se: o que vou fazer de minha vida?
    Ir. Letícia, na sua busca de felicidade, sente uma ‘flecha certeira’ no coração: o apelo de Jesus. Sua resposta amadurecendo na sua vida de grupo e na doação aos mais necessitados. Sua luta feroz diante de opiniões contrárias. O crescente compromisso de estar entre os jovens e reafirma a necessidade de fazer total entrega de sua vida. Desafia os presente a descobri seus sonhos. Mas alerta: qualquer sonho pode ser bom, mas para ser verdadeiramente bom pede um projeto de generosa entrega.
  8. Um ex-aluno salesiano, de origem muçulmana. Aos 16 anos, um sentido de uma vida totalmente inútil. Hoje educador plenamente identificado coma proposta educativo –juvenil num colégio salesiano. Ali Assi manifesta seu entusiasmo: ”Tudo o que tenho, devo ao Dom Bosco e tudo o que sou devo a Dom Bosco”. Mesmo mantendo a referência de sua raiz religiosa, vive movido pelos valores cristãos recebidos na sua educação salesiana. Sua vida é feliz porque feita serviço aos jovens na educação.

Estrelas permanentes no cenário dos depoimentos: vida, sentido da vida, projeta de vida, a referência permanente a Jesus Cristo, felicidade, serviço aos jovens, busca da felicidade, o caminho de vitória e derrotas, a doação, sonhos, vitórias e derrotas, busca, procura inquieta.

Garanto-lhes que os jovens presentes não cochilaram nem manifestaram qualquer sinal de cansaço.

Um esforço com alguma consistência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀