EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Riquezas, Fraquezas e esperanças às margens do rio Madeira

Manicoré/AM – De 17 a 19 de julho de 2009 aconteceu na Comunidade Cachoeirinha a I Assembléia dos Jovens Ribeirinhos do Baixo Rio Madeira no Município de Manicoré no estado do Amazonas. Participaram desse evento jovens representantes de diversas comunidades sob a animação da coordenação da Pastoral da Juventude da Paróquia Nossa Senhora das Dores, assessorada pela voluntária Sónia Pinho e com a coordenação geral do pároco, Pe. Antônio de Assis Ribeiro (Pe. Bira – sdb), quem tomou a iniciativa e animou as comunidades para a participação nesse importante evento.

Contando com a participação de 102 pessoas da faixa etária de 14 a 29 anos, a assembléia teve como objetivo geral iniciar um renovado processo de reflexão crítica com os jovens e pelos jovens, sobre a atual situação em que se encontra a juventude ribeirinha madeirense, estimulando-os a serem os protagonistas de um processo de positivas mudanças em suas comunidades. A média geral de idade dos participantes encontra-se nos 18 anos.

Na carta de convocação o pároco justificou a promoção desse evento dizendo que “um acelerado processo de mudança está em curso nas comunidades ribeirinhas do Rio Madeira cujo alvo crítico – vítimas e sujeitos – são, em primeiro lugar, os jovens. Esse processo de mudança está permeado, sobretudo, de características negativas, tais como: estilo de vida e comportamento urbano na zona rural, crescimento da violência em variadas formas, aumento do consumo de bebida alcoólica, drogadição (até o “crack”!), prostituição, rebeldia frente aos tradicionais valores comunitários (acolhida, honestidade, respeito, cooperação…), indiferença religiosa, gravidez precoce, desocupação, frágil visão de projeto de vida, circulo vicioso da pobreza…” Contudo, disse ainda que “os jovens são ricos de potencialidades! Eles são também capazes de mudanças positivas! Então é necessário estimulá-los para que canalizem suas energias para a promoção do Bem e sejam críticos consigo mesmos. Dessa forma eles serão protagonistas de mudanças positivas, defensores decididos da dignidade humana e animadores da fé de outros jovens”.

CONFRONTO NECESSÁRIO
O pároco, sentindo de perto a realidade por causa de suas visitas às comunidades, delegacia, presídio e hospital, fez questão de colocar essa sua percepção em confronto com os jovens para saber se o entendimento deles da realidade seria o mesmo. No segundo dia de assembléia esse confronto foi feito e, na verdade, os próprios jovens também descreveram uma delicada realidade social. Assim se expressaram elencando as riquezas, fragilidades e oportunidades.

– RIQUEZAS: participação dos jovens em trabalhos voluntários da comunidade, produção de artesanato em algumas comunidades, grupos de jovens formados, jovens que se dispõem a assumir responsabilidades de liderança, animação de esporte nas comunidades, a experiência da amizade entre os jovens, a vida da comunidade católica, os cultos dominicais, a catequese, o estudo, a saúde dos jovens, formação que os jovens recebem, participação de um bom número de jovens na vida das comunidades.

– FRAQUEZAS: falta de interesse dos jovens pela vida religiosa da comunidade, falta de confiança nos jovens, alto consumo de bebidas alcoólicas, consumo de drogas, desunião, dispersão dos jovens, bagunça (só querem lazer), maus costumes, gravidez precoce, prostituição, desânimo dos jovens, falta de incentivo aos jovens, vícios (bebida, fumo e drogas), pouca preocupação com o futuro por parte da juventude, facilidade de reunião dos jovens para festas e bebedeiras, timidez dificuldades de comunicação, vergonha de se expor, o fracasso de muitas famílias que geram conflitos e incompreensão dos jovens, prostituição e gravidez na adolescência, vontade de ir para a cidade, os jovens não assumem responsabilidades porque têm medo de pagarem “micos”, preguiça, violência (brigas) causada pelo consumo de álcool, fofocas, falta de interesse pelo estudo e pelo próprio crescimento, desinteresse pelos valores da comunidade e da tradição local, a maioria dos jovens não participa de grupos.

– OPORTUNIDADES: ensino médio técnico nas comunidades, esta assembléia juvenil que nos ajuda a tomar consciência da nossa situação, a catequese é uma oportunidade de crescimento e serviço na Igreja, a pastoral da Criança (oportunidade de fazer a experiência de voluntariado), os meios de comunicação (telefone, internet em algumas comunidades), o Ensino Médio nas comunidades colaborou para a diminuição do êxodo rural, incentivo da Igreja e da escola, a pastoral da Itinerância (presença das irmãs), formação de grupos de jovens nas comunidades, os cultos dominicais como forma de crescimento espiritual.

A NECESSIDADE DE AÇÃO CONJUNTA
No segundo dia, a partir das 10:45 horas os participantes da Assembléia receberam a visita do secretário de promoção social, senhor Joaquim Ribeiro que, uma vez apresentado pelo padre Bira, dirigiu umas palavras aos jovens participantes da assembléia. Em seu pronunciamento disse: “Um evento como esse é de grande importância para a juventude ribeirinha, é um evento que vem ao encontro das necessidades dos jovens; é de interesse do governo municipal apoiar esse tipo de iniciativa”.

O secretário estimulou os jovens a não serem simplesmente moradores da comunidade, mas sujeitos que nela têm compromissos. “Os jovens devem assumir responsabilidades na comunidade; para isso é necessário que cresçam no sentido de pertença, que amem sua comunidade, que conheçam a própria realidade onde vivem…”. Convocou os jovens a irem além, apontando possíveis ações como: “ajudar os parentes, respeitar e ajudar crianças e idosos, participar de programas sociais na própria comunidade, denunciar problemas que atrapalham a vida da comunidade, buscar meios de gerar rendas, dar sugestões para o poder municipal. Para que isso aconteça é necessário que o jovem não seja egoísta, que não queira simplesmente pensar em si mesmo e não seja individualista; é necessário que o jovem aprenda a pensar no coletivo, naquilo que é comunitário, bem comum; que pense não somente naquilo que gosta, mas também naquilo que é bom e que é de benefício para todos”.

Também se fez presente o vereador Roberval Edgar Neves que manifestou sua alegria por essa iniciativa. Em seu pronunciamento aos jovens disse: “Jovens, tenha uma vida ativa em suas comunidades, não esperem simplesmente a ação do governo municipal, aproveitem o estudo, sonhem com uma faculdade para que o interior possa se desenvolver”; lamentou o fato de que a droga se tornou uma triste realidade nas comunidades do interior, que manifesta o desejo de vida fácil: “é necessário dizer não às drogas: dizer não à vida fácil; “careta” é quem não consegue dizer não ao vício; o tráfico de drogas e outros males em geral são alimentados por pessoas que querem se aproveitar da falta de formação dos outros; não se deixem manipular, participem de encontros, se integrem na Igreja, se afastem da violência. Tenham certeza de que as preocupações dos jovens também são as preocupações das autoridades municipais. Enfim, exijam das autoridades aquilo que eles devem fazer, eles são pagos pelo povo para promover o bem comum. Mas todos devem colaborar com eles.”

O terceiro dia, domingo, foi dedicado às conclusões, compromissos e avaliação geral do evento. Os principais compromissos assumidos pelos jovens foram: promover a organização de grupos de jovens nas comunidades onde ainda não há; estimular a participação dos jovens na vida da comunidade; conscientizar os demais jovens sobre os males refletidos na assembléia (partilhar do conteúdo da assembléia); estimular os outros jovens para se envolverem nos trabalhos comunitários e na liderança da comunidade; animar a liturgia nos cultos; ajudar na catequese; promover ações esportivas e culturais com jovens das demais comunidades; promover visitas às comunidades (jovens visitando jovens para acabar com as rixas entre comunidades) e estimular a amizade.

Por iniciativa do pároco, foram criadas três equipes animadoras dos jovens ribeirinhos na área do Baixo Rio Madeira no território da paróquia Nossa Senhora das Dores. Essas equipes correspondem a três pólos de animação da juventude (Comunidades: Verdum, Cachoeirinha e São Pedro do Uruá). Cada pólo reúne, em média, 10 comunidades. Essas equipes deverão fazer uma programação de visita às comunidades e programar ações com os jovens em vista de estimular e robustecer a pastoral juvenil ribeirinha.

LIÇÕES DE VIDA E ESPERANÇAS
A assembléia foi, na opinião geral dos participantes, um sinal de luz e de esperança. Para os organizadores os principais pontos positivos foram: a riqueza de comunicação e conteúdo partilhado; a abertura para a reflexão, escuta e partilha; a predisposição juvenil para trilharem um caminho de reflexão deixando-se questionar; a evolução ao longo dos dias de assembléia em participação, envolvimento, alegria; a presença de pessoas ligadas ao governo municipal como esperança de ação conjunta em prol da população marginalizada; a seriedade na abordagem dos problemas, clareza e firmeza com os jovens por parte do pároco; animação da equipe de organizadora. Também alguns compromissos emergiram a partir das fragilidades percebidas: a juventude do interior não está acostumada a refletir; o acompanhamento juvenil deve ser pluridimensional, não só religioso; a desorientação juvenil e do povo em geral está ligada à frágil formação, investimento e acompanhamento por parte do governo em geral; a vida concreta das comunidades do interior ainda é pouco conhecida por quem vive na área urbana; ainda temos uma idéia muito “paradisíaca” da vida no interior e isso não corresponde à realidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Mês Mariano pelo Brasil

A presença de Nossa Senhora Auxiliadora dos Cristãos está viva desde os primórdios da missão salesiana, quando o pequeno Joãozinho Bosco, com apenas 9 anos, teve seu famoso sonho profético

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

plugins premium WordPress
Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀