EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Reflexão sobre momento eclesial

Na manhã de hoje, 22 de junho, seguiu-se a reunião do Conselho Permanente, na sede da CNBB, em Brasília (DF). Começou com uma reflexão sobre o momento eclesial, feita pelo arcebispo de Teresina (PI), Dom Celso José Pinto da Silva.

Falou do Projeto Nacional de Evangelização, das diversas pastorais. Lembrou a caminhada da Igreja nos seus diversos momentos históricos, etapas, Planos, Diretrizes, Projetos. Quanto a estes, falou dos Projetos Rumo ao Novo Milênio, Ser Igreja no Novo Milênio e Queremos Ver Jesus Caminho, Verdade e Vida. Recordou as Assembléias Gerais e Regionais. Os Projetos são a mística das Diretrizes. Há 50 anos atrás, o Padre Voillaume dizia perceber que a pressão da cultura poderia nos levar a uma situação em que se valorizaria apenas o imediato. Ontem se lançou, na CNBB, o Compêndio da Doutrina Social da Igreja. E perguntamos: qual é o fio dourado da Igreja senão a luta para que esta terra seja mais humana?

Hoje celebramos Tomas Morus, historiador, professor, político, patrono dos políticos. Só os que são capazes de sonhar o Reino definitivo, alimentam a esperança . Ë verdade que nascemos para sermos felizes, mas esta conquista passa por contrariedades e desafios.

Nos documentos ecleisais Mane nobiscum Domine e Ecclesia de Eucharistia, o papa fala desta esperança. O apóstolo Paulo em sua carta 1Cor 15,18 diz: “Se é só para as coisas do mundo que colocamos nossa esperança, somos as mais infelizes criaturas”.

Os bispos comentaram a reflexão feita pelo arcebispo de Teresina e apresentaram também suas experiências, lembrando migrações de católicos para outras confissões religiosas, o papel da Igreja e o papel da mídia que vai criando uma cultura em que escapam os valores cristãos. Outro desafio é a formação. Há o desejo de que nos planos de pastoral o povo esteja presente. Falaram do Projeto Queremos Ver Jesus, da Pastoral da Acolhida, da Visitação, como experiências pastorais. Recordou-se a necessidade do diálogo com as culturas e o pós-moderno. Foi dito ainda que alguns movimentos eclesiais estão desligados da caminhada da Igreja. Há necessidade de formação de um laicato adulto.
Temos que “tirar do baú coisas novas e velhas”. O testemunho dos santos nos ajuda a redescobrir a esperança. Como diz o papa, a proposta espiritual da Igreja é a santidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀