EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Papa Bento XVI em Lourdes.

Papa celebra os 150 anos das aparições da Virgem em Lourdes

O papa Bento XVI presidiu ontem, 14, a missa dos 150 anos das aparições da Virgem Maria em Lourdes, França. Desde o dia 13, o pontífice se encontra em terras francesas. Trata-se da décima viagem apostólica internacional do papa Bento XVI e da primeira viagem à França.

“O poder do amor é mais forte que o mal que nos ameaça. Este mistério da universalidade do amor de Deus pelos homens é o que Maria revelou aqui, em Lourdes”, disse o papa Bento XVI, em sua homilia, na missa em comemoração aos 150 anos das aparições da Virgem Maria, em Lourdes, França.

O papa recordou que na primeira aparição a Bernadette, Maria começou seu encontro com o sinal da Cruz. “O sinal da Cruz é, de alguma forma, o compêndio de nossa fé, nos diz que, no mundo, há um amor mais forte que morte”, afirmou.

Aos cerca de 100 mil fiéis presentes na celebração eucarística, o papa disse que “a Igreja recebe a missão de mostrar a todos o rosto amoroso de Deus, manifestado em Jesus Cristo, que com a Cruz, carregou o peso de todos os sofrimentos e injustiças da humanidade, as humilhações e discriminações, as torturas sofridas nas numerosas regiões do mundo por muitos irmãos e irmãs”.

Ao referi-se à mensagem de Lourdes, o papa lembrou que Bernadette era a primogênita de uma família muito pobre, sem sabedoria nem poder, de saúde frágil. “Maria a escolheu para transmitir sua mensagem de conversão, de oração e penitência, em total sintonia com a palavra de Jesus”, explicou. Ao apresentar-se a Bernadette como a “Imaculada Conceição”, segundo o papa, Maria “desvela a graça extraordinária que Ela recebeu de Deus”. Para o pontífice, “Maria é a mulher da terra que se entregou por completo a Deus e que recebeu d’Ele o privilégio de dar a vida humana a seu eterno Filho”.

Sobre o Santuário de Lourdes, Bento XVI disse tratar-se de “um lugar de encontro com Deus na oração, e um lugar de serviço fraterno, especialmente pela acolhida aos enfermos, aos pobres e a todos os que sofrem”. Além disso, o papa assinalou que a presença dos jovens em Lourdes é também uma importante realidade.

“A mensagem de Maria é uma mensagem de esperança para todos os homens e para todas as mulheres de nosso tempo. Gosto de invocar Maria como ‘Estrela da esperança’, que nos ilumina e nos orienta em nosso caminhar. Pelo dom generoso de si mesma, Maria abriu a Deus as portas do nosso mundo e nossa história. Nos convida a viver numa esperança inabalável”, concluiu assim sua homilia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀