EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

O Templo de Dom Bosco é Basílica Menor

(ANS – Castelnuovo Don Bosco) – Os bispos salesianos fizeram no domingo de Pentecostes uma breve peregrinação ao Colle Don Bosco. Aqui se encontraram com o Cardeal Tarcisio Bertone, Secretário de Estado de Sua Santidade. Muitos os eventos, todos ricos de espírito salesiano, que caracterizaram esse dia maravilhoso.

Na igreja superior do Colle Don Bosco para mais de um milhar de fiéis acolheram o Secretário de Estado, Cardeal Bertone, e com ele, os cardeais, os arcebispos, os bispos salesianos, o Reitor-Mor, P. Pascual Chávez, e os membros do seu Conselho Geral. Presentes à celebração os Prefeitos e alguns representantes das Administrações públicas dos municípios limítrofes. O Cardeal, ao adentrar no templo, empunhava o báculo pastoral que foi do Cardeal João Cagliero, primeiro bispo e cardeal salesiano, cujos 125 anos de ordenação episcopal se estão a comemorar.

Antes do início da celebração o Cardeal Bertone leu o Decreto da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, pelo o qual o Templo de Dom Bosco, no Colle, foi elevado a Basílica Menor. As virtudes e o zelo apostólico de Dom Bosco, que nasceu e viveu nos Becchi os primeiros anos de existência, motivou o especial privilégio para a grande igreja, meta de numerosas peregrinações, sobretudo juvenis.

O privilégio de ‘Basílica’ para o Templo de Dom Bosco fora pedido pelo Reitor-Mor para 2015, ano de celebração do Bicentenário de nascimento de Dom Bosco.
Diversos os temas tratados pelo Cardeal Bertone em sua homilia. O Pentecostes não é apenas um acontecimento do passado. O Espírito Santo é vento vigoroso que comunica “a força de uma palavra inflamada, que anuncia o mistério de Jesus Crucifixo e Ressuscitado em multíplices línguas. É mensagem de Deus Amor, compreensível a todos e destinada a todo o mundo”. Um evento que deu “início a uma obra evangelizadora de desmedidas dimensões, dirigida a «todas as nações que existem sob os céus»”.

“Dirijo-me a vós, caríssimos Irmãos Salesianos Bispos e Cardeais! Por que chamou-nos hoje o Senhor Jesus a este cole?”. O Secretário de Estado convidou seus irmãos salesianos bispos, a reafirmarem a vocação inicial e a fortificarem com a força do Espírito Santo o desejo de ser anunciadores do Evangelho, sobretudo aos jovens, tal como fez Dom Bosco. “Na esteira do seu luminoso exemplo, seguido por tantos bispos, sacerdotes e leigos santos, disponhamo-nos também nós, ao sopro do Espírito, a doar à Igreja, antes mesmo que o nosso serviço ministerial, a nossa santidade pessoal. Quando com orgulho cantamos ‘Dom Bosco retorna’, esse santo sacerdote, esse pai espiritual dos jovens, esse apóstolo apaixonado, esse exemplo de fidelidade comprovada à Igreja e ao Papa – esse deve ser cada um de nós”.

O serviço a que foi chamado, ao lado de Bento XVI, leva-o a “partilhar a solicitude por todos os filhos da Igreja, tanto por aqueles que a enchem de glória com a sua santidade, quanto por aqueles que a crucificam com o seu pecado”. E referindo-se ao Papa, disse: “O seu governo é firme, entretanto a sua paternidade para com todos é cheia de suavidade e de amor. Bento XVI é incansável no indicar-nos a beleza da fé cristã”. A recente peregrinação a Fátima testemunhou com quanta força recordou a toda a Igreja a necessidade da conversão, da oração e da penitência. “As dificuldades da Igreja, perseguida e hostilizada em tantos lugares; as luzes e sombras da Igreja santa e pecadora nos seus filhos; os anseios da Igreja necessitada de auxílio, porque feita de homens e mulheres que enfrentam os perigos e os desafios da sociedade em que vivem, estão a pedir uma ardente caridade pastoral e exemplos concretos de santidade”.

No encerramento da celebração, o Reitor-Mor dos Salesianos, P. Pascual Chávez, leu e entregou ao Secretário de Estado uma Carta para o Papa, na qual exprime “o afeto, a proximidade, a plena disponibilidade que Dom Bosco ensinou a viver, desde os primórdios da sua experiência carismática, relativamente ao Sumo Pontífice e a toda a Igreja”.
Seguiu-se, no teatro do Instituto Bernardi Semeria, um breve encontro entre os salesianos bispos e o Cardeal Bertone. “Levo comigo, como salesiano, a predileção pelos jovens e a bagagem de experiência e de pensamento acumulada ao longo dos anos de ensino na Universidade Pontifícia Salesiana – autêntico laboratório humano e de cultura”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀