EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

O que é o Reino de Deus?

O que é o Reino de Deus?

Tradução da homilia, feita em espanhol, na celebração eucarística do dia 12/11 no curso de Docência de salesianidade em Quito/Equador.

Hoje a Igreja se veste de vermelho, a cor do sangue, para fazer memória de um de seus filhos mártir, São Josafá. De família católica, mas de experiência Calvinista, Josafá nasceu na Ucrânia. Convertido a Igreja católica romana, entrou para a vida monástica na Ordem de São Basílio. Foi nomeado bispo de Polotsk, Lituânia, e continuo uma vida ascética, humilde e de grande oração e genialidade apostólica, sobre tudo na busca do diálogo entre católicos romanos e ortodoxos. Perseguido e ameaçado ofereceu a vida para salvar seus amigos e foi martirizado em 1623. Homem ecumênico, como disse Pio XI, que derramou o próprio sangue pela unidade da Igreja Ortodoxa e Romana. Foi canonizado pelo Papa Pio IX em 1867 e proclamado patrono da unidade.

A exemplo do fariseu e do bispo mártir São Josafá, eu me pergunto também hoje sobre o Reino de Deus. O que é o Reino de Deus? Onde posso encontrá-lo? Lucas, o Evangelho do caminho, apresenta a questão do Reino como um processo no qual o discípulo encontra o ressuscitado na escuta e na partilha do pão. Encontro este que não apenas muda a percepção das coisas e as opções pessoais, mas o interior; porque é no interior da pessoa que começa a purificação das intenções com vista à transformação da realidade, como afirmou o papa Bento XVI em Aparecida, “a realidade é o próprio Deus”.

Então, o que é o Reino de Deus? No Evangelho que escutamos no rito da Palavra de hoje, Jesus nos diz que a confusão sobre a presença do Reino é grande: uns dizem que ele está ali, outros que está aqui, porém, ninguém consegue reconhecê-lo de verdade. O Reino parece algo invisível, embora seja sensível; porque ele se manifesta no caminho do ressuscitado. Contudo, a suspeita de ter encontrado o Reino continua porque o caminho de Emaús é longo, mesmo com a sensação de escutar a voz familiar do Senhor que fala a partir das Escrituras. Contudo, é possível reconhecer o Reino na partilha do pão, que é Jesus, que tira não apenas a fome da pessoa e do mundo, mas também as trevas que impedem de ver a presença do Reino nas ações dos homens e mulheres que, no cotidiano, buscam a verdade e a justiça, no meio de uma sociedade mergulhada, segundo o teólogo João Batista Libânio, na cultura burguesa, cujas características são: a não-culpabilidade, a insensibilidade para com os pobres, a ausência de limites, a impunidade e a ausência do erro.

A Palavra de Deus, por sua vez, nos ensina nesta manhã que a Sabedoria é uma força presente no mundo, expressão também do Reino de Deus, que é caminho interior de libertação, de martírio e vida em plenitude. Aparecida nos alerta para que abramos os olhos para este mundo que muda rapidamente (n.44) e exige testemunhas ousadas desde uma fé lúcida, ou seja, do Reino de Deus. O carisma salesiano é assim, um caminho para todos nós, na busca do reino de justiça e de vida para todos os jovens, sobretudo os mais pobres entre os pobres, como afirma madre Teresa de Calcutá em suas memórias: Os pobres que vivem nos buracos das cidades e das periferias.

Contudo, a pergunta sobre o Reino de Deus continua latente: O que é o Reino de Deus, o pão que hoje faz tanta falta para as pessoas?

– Parece-me que o Reino de Deus seja a capacidade de convocar a todos os homens e mulheres para uma justiça social que tenha a verdade como a motivação fundamental;

– Acredito também que o Reino, que sentimos nos seus efeitos, nos empurra para uma espiritualidade criativa, movida por valores profundamente evangélicos, dos pobres de espírito, por isso, muitas vezes perseguidos;

– Vejo como urgente, dirijo-me a nós religiosos e religiosas, o compromisso profético para vencer o medo e a timidez, e assim re-fundar o carisma salesiano com a fraternidade ativa, com os conselhos evangélicos vividos como fermento no meio dos jovens e uma missão que se expressa na comunhão eclesial que, infelizmente para muitos, custa muito. É mais cômodo permanecer fechados nos muros de nossas obras que sair como missionários em busca do outro;

– Oxalá, os leigos e leigas, que conosco partilham do carisma de Dom Bosco, sejam capazes também de viver em profundidade a espiritualidade profética salesiana, com a corajosa inserção política, empresarial, econômica e cientifica, para desde ali transformar o mundo;

Peçamos, pois, a São Josafá, que nos ajude a reconhecer a presença do Reino de Deus com a Sabedoria que tudo é capaz de transformar com a força do ressuscitado que continua partilhando conosco da Escritura e do pão, da luz e do sal, do amor e da conversão pastoral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀