EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

III CAMINHADA PELA PAZ EM MANICORÉ

Manicoré/AM – Tendo como tema: “Juventude e Mudança” e Lema: “Cidadão comprometido com a Paz na Família e na Sociedade”, aconteceu no dia 31 de outubro, pela parte da manhã em comemoração ao dia Nacional da Juventude, a III Caminhada pela Paz em Manicoré (Am). A manifestação teve os seguintes objetivos:
– Despertar a população para a consciência do estado de violência na cidade;
– Estimular mudanças de atitudes diante dos problemas sociais;
– Chamar atenção das autoridades, dos criminosos, das instituições: é necessário respeito para com a dignidade humana;
– Renovar a consciência de ação conjunta e de cidadania entre todos os atores sociais da cidade.

O evento, que contou com a participação de mais ou menos 5.000 (cinco mil) pessoas, foi muito bem articulado: todas as escolas municipais e estaduais participaram com muita motivação, acadêmicos e professores da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Centro Juvenil Salesiano, Secretarias do Governo Municipal, servidores públicos, instituições não governamentais, pastorais, autoridades municipais, comerciantes, Igrejas evangélicas, associações, etc. O processo de preparação foi detalhado e amplo, organizado por diversas comissões de trabalho: divulgação, envolvimento social, infraestrutura e animação.

Graves e criminosos fatos tem ocorrido na cidade ceifando vidas inocentes… Há cerca de um mês duas adolescentes foram assassinadas, uma delas estuprada; é fato a dramática disseminação da droga na zona urbana e rural, aliciando, sobretudo, adolescentes e jovens; não se pode negar o aumento do alcoolismo, dos furtos e dos crimes sexuais… Dados do Conselho tutelar e da delegacia de polícia sobre violência doméstica, negligência dos pais, e crimes cometidos por adolescentes, são significativos e convidam a população para uma profunda reflexão.

A Igreja Católica com suas diversas pastorais em parceria com o Fórum pela Cidadania entendeu que esses e outros crimes, bem como toda e qualquer forma de violência, exigem de toda a sociedade civil, um organizado grito de protesto e de repúdio… sendo necessário que a sociedade tome consciência do perigo de cair na “cultura da violência” que, em conseqüência, já não mais se importaria com a criminalidade.

O conteúdo da caminhada foi muito rico: músicas populares e religiosas, refrões, gritos de guerra, atitudes simbólicas organizadas pelos jovens, faixas, cartazes, discursos… Ao longo do percurso foram proferidos sete breves discursos. Em cada parada foi refletido um tema específico. Para que se evitasse problemas interpretativos e falsas acusações sobre os oradores, todos os discursos foram aprovados em assembléia do Fórum e escritos.Toda a programação da Caminhada com todo o conteúdo foi publicado num pequeno opúsculo. A caminhada não resolve os problemas sociais, mas estimula o processo de conscientização popular.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀