EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

II FEIRA DA SOLIDARIEDADE EM MANICORÉ

Manicoré/AM – Em clima natalino, aconteceu em Manicoré a II Feira da Solidariedade. Promovida anualmente pela Paróquia Nossa Senhora das Dores, a feira é uma Campanha de estímulo à Solidariedade dos paroquianos em prol daqueles menos favorecidos. Trata-se de uma Campanha de doação de gêneros alimentícios, calçados, roupas, eletrodomésticos, cosméticos, bijuterias etc. em vista da realização de uma grande Feira, onde os produtos doados, são vendidos por um preço bem menor do que aquele de mercado, de modo que possa ir ao encontro das pessoas com baixo poder aquisitivo. Dessa forma os beneficiários da Feira não serão tratados como meros “pobres”, porque uma vez comprando, estarão dessa forma, dando também a própria contribuição para uma outra causa social; passam de meros beneficiários de cestas natalinas para serem também sujeitos solidários.

Outro aspecto fundamental dessa ação, são os recursos humanos: os agentes promotores desse movimento são exclusivamente voluntários. Este ano, mais de trinta pessoas, recém engajadas nas atividades paroquiais, percorreram as ruas de Manicoré com caminhões devidamente ornamentados, também cedidos gratuitamente, acolhendo a solidariedade dos moradores materializade em objetos doados.

Após a campanha de arrecadação, foi efetuada a seleção dos produtos, e preparada a feira, que aconteceu no dia vinte de Dezembro. As portas se abriram às 8h00 da manhã, e logo uma multidão acorreu à banca dos gêneros alimentícios: vinte minutos bastaram para que quase uma tonelada de alimentos doados retornassem a outras mesas. Esse fato é motivo de reflexão… o povo tem fome! Antes de satisfazer qualquer outra necessidade – roupa, calçado, objetos pessoais – as pessoas precisam comer, é necessário encontrar uma resposta eficaz ao problema da fome, ou melhor, da insegurança alimentar, em Manicoré!

O recurso arrecadado na feira, aproximadamente R$ 5.500,00 reais, será utilizado na promoção de atividades sócio-pastorais na mais nova comunidade da cidade (a ocupação Presidente Lula) e no apoio pastoral às comunidades do interior. Certamente o recurso não será suficiente, mas é significativo o envolvimento do povo e o subsequente sentimento de pertença às obras e ações da paróquia.

Tratar o pobre como sujeito capaz de iniciar um processo de transformação é importante, é positivo e os resultados são já visíveis. Os voluntários, entusiasmados com a ação, abraçam já o estudo de um projeto que visa uma resposta permanente ao drama da pobreza na periferia cidade. Diante do drama da divisão da população por causa de “questões políticas”, a solidariedade se torna uma palavra de ordem e compromisso que gera a reaproximação das pessoas entre si.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Mês Mariano pelo Brasil

A presença de Nossa Senhora Auxiliadora dos Cristãos está viva desde os primórdios da missão salesiana, quando o pequeno Joãozinho Bosco, com apenas 9 anos, teve seu famoso sonho profético

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

plugins premium WordPress
Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀