EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Homilia

FESTA DE SÃO PEDRO E SÃO PAULO, Dia do PAPA. Duas pessoas muito distintas, mas crentes em Jesus Cristo. Ambos tiveram experiências diferentes no contato com Jesus, mas dos dois souberam conhece-lo, amá-lo e servir. Aprenderam também a exercer a liderança na comunidade crista querida por Jesus.


No Evangelho de hoje ouvimos a pergunta de Jesus: QUE DIZEM QUE EU SOU? A pergunta de Jesus é feita aos discípulos para saber o que o povo achava dele e de suas palavras. As opiniões sobre ele são diversas, mas nenhuma é real. Hoje também podemos dizer que muitas são as opiniões sobre Jesus. Muitos procuram Jesus porque ele faz milagres e os milagres dão dinheiro. Mas isto não é Jesus. Outros buscam Jesus porque desejam ser poderosos, ter fama e prosperidade, mas isto não é Jesus. Outros ainda o buscam porque desejam uma vida sem problemas e longe das dificuldades, mas Jesus não nos prometeu uma vida mansa, e sim o combate da fé. Por isso Jesus se volta aos discípulos e pergunta: E PARA VOCES, QUEM SOU EU? Então aqui temos uma resposta, uma profissão de fé que agrada Jesus. É Pedro, a pedra, o testemunho fiel que vai responder por toda a comunidade: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO. Havia uma esperança no coração do povo daquela época. A espera do Salvador, do libertador de todos os males, mas Jesus não será este tipo de messias. Seu trono será a cruz, seu testamento será o seu corpo e sangue partilhados, seu ensinamento será o amor a Deus ao próximo como a si mesmo, no entanto, muitos não o aceitaram. Hoje também muitos não aceitam o messias como ele se apresenta. O mundo é feito de força, de violência, de ciúmes e intrigas, Jesus se revela como o homem da justiça de Deus. Suas palavras e gestos nos levam não para a discórdia e a competição, mas para a doação da vida pelos outros, para o serviço.


Aqui entram, então, as pessoas de Pedro e Paulo. Na primeira leitura temos Pedro que está preso, e era o dia dos Ázimos, quer dizer era Páscoa. Aqui temos a Páscoa de Pedro. Seu sofrimento como conseqüência da pregação da Palavra que salva o levou a ser preso, mas Deus o salvará. Toda a Igreja rezava por ele. É a atitude da comunidade cristã solidária com seus pastores, que reza e ama aqueles que o Senhor coloca como animadores. Neles a comunidade vê o Senhor. Mas atenção irmãos e irmãs: todos os ministros e ministras são também pessoas colocadas na comunidade como servidores. Todos merecem nossas orações e acatamento assim como rezamos e aceitamos nossos padres e bispos. É feio, e triste quando uma comunidade não aceita e até rejeita seus ministros leigos e leigas. Quando assim o fazemos estamos negando a vivacidade do batismo que nos faz todos sacerdotes, profetas e reis para servir uns aos outros como o Senhor assim o fez. Pedro representou nos inícios da Igreja a presença do Senhor animando e guiando a Igreja. Hoje é o Papa que exerce esta tarefa.



Na segunda leitura temos Paulo que também está preso e condenado à morte. Ele sabe que combateu o bom combate da fé, quer dizer, sua vida e palavras foram testemunho do seu encontro com o Senhor que o transformou desde dentro e o fez missionário. Paulo sabe e confia no Deus que o livrará de todo mal. A morte nunca vencerá. Para nós cristãos a vida é um combate de fé. Cada dia somos chamados e dar testemunho de uma fé viva, criativa, sem medos, sem duvidas, sem preconceitos, sem prejuízos contra raça, cor ou nacionalidade. Todos somos irmãos e irmãs no Senhor. Ser missionário do reino do Senhor é nossa principal tarefa. E somos missionários no lugar onde estamos, pela força do batismo e de nossa generosidade para com o Senhor.



É assim que Jesus construiu a sua Igreja e as portas do inferno nunca poderão vencê-la. A Igreja presente no mundo é sinal do Senhor ressuscitado que gera a vida. Contudo está na moda hoje em dia praticar uma certa religisiosidade que dá segurança e que resolve nossos problemas, mas não esta ligada a nenhuma religião. Trata-se de uma sociedade que busca a Deus no escuro, tateando sem saber onde o encontrar. Vale tudo e nada satisfaz. A Igreja católica não é um conjunto de normas frias e doutrinas, não. A Igreja católica é uma comunhão de pessoas no Senhor, no messias que hoje está no meio de nós como Palavra, alimento, sacramentos, ministros, comunidades, serviços diversos que nos faz todos irmãos e irmãs. Não é licito, meus caros irmãos e irmãos, vida crista sem a Igreja, assim como não pode haver adesão a Jesus Cristo sem a Igreja. Não podemos cair na tentação de criar uma religião pessoal com suas próprias normas para favorecer nosso comodismo e isolamento. Muitos fabricam a própria religião para fugir da comunidade, dos compromissos com o bem comum. É mais cômodo encher a barriga sem pensar no irmão do que convidar o irmão a sentar-se à mesa para partilhar o pão da vida juntos. A pratica da religião nos leva a ser muito mais do que vizinhos, nos transforma em filhos e filhas de Deus, responsáveis uns pelos outros. O catolicismo é uma religião de universalidade, sem fronteiras, sem pátria porque todos somos convocados – vocacionados – a ser nesta Igreja sinal do Reino de Deus que inova nossos valores, juízos e cultura. Por isso, hoje, a nossa oferta será um gesto de solidariedade com esta missão universal da Igreja, pois todo o dinheiro ofertado será enviado para o Papa, assim partilhamos da obra missionária da Igreja.



Também queremos lembrar que Pedro nos recorda o Papa. Hoje é o dia do Papa. Pastor universal e sinal da unidade da Igreja. A missão do Papa Bento XVI é de exercer esta liderança na Igreja, de ser servidor, testemunho vivo da presença de Deus que nos une no amor. Viva o Papa e que Deus o proteja sempre!



Que Pedro e Paulo nos ajudem a ser hoje cristãos e cristãs comprometidos com a religião que nos une a Deus porque nos faz irmãos. Louvados seja Nosso Senhor Jesus Cristo.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CURATORIUM DO CRESCO

No dia 22 de fevereiro em Tlaquepaque, Jalisco, México, os Inspetores das regiões do Cone Sul e Interamérica se reuniram para participar do Curatorium do

Leia mais

BOSCOFOLIA 2024

No dia 13 de fevereiro, o Pró Menor Dom Bosco, na Zona Leste de Manaus, foi palco de uma celebração única neste Carnaval. O BoscoFolia

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

plugins premium WordPress
Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀