EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

FSDB certifica primeira turma de inclusão digital

Manaus – A Faculdade Salesiana Dom Bosco (FSDB) entregou no último sábado, dia 13 de março, o certificado de conclusão a 19 alunos que participaram, ano passado, do curso de inclusão digital promovido por esta universidade. O curso foi realizado pela vice-diretoria de Extensão e foi direcionado especificamente aos Ticuna que vivem na comunidade do bairro Cidade de Deus, na Zona Leste de Manaus. A cerimônia de entrega do diploma, que contou com a presença de nove acadêmicos, ocorreu no laboratório de informática e foi seguida por um coquetel servido aos presentes. Na ocasião, o vice-diretor de extensão da Faculdade Salesiana, Davi Dalla Vecchia, anunciou a realização de mais um curso de informática destinado aos indígenas daquela área.

A agente de endemias Damiana Carmen Pinto, 39, uma das indígenas que se submeteram ao curso, contou que o período em que esteve estudando na FSDB – maio a setembro do ano passado – foi muito proveitoso. “O curso, de um modo geral, foi ótimo. Eu aprendi muitas coisas úteis. Antes, eu não sabia nem mesmo ligar o computador. Hoje já sou capaz de digitar textos e salvá-los na máquina”, disse. Damiana fez o curso junto com o filho, que não pôde comparecer a cerimônia de entrega dos diplomas por conta do trabalho.

O vice-diretor de Extensão da Faculdade Salesiana, Davi Vecchia, contou que a capacitação, que durou 76 horas e foi constituída de conteúdos típicos de informática básica, foi proposta num sistema de trocas: “Formalmente, pedimos autorização e permissão para realizar pesquisas com aquela comunidade, enquanto instituição de que se propõe a estudar e promover o desenvolvimento da Amazônia e seus povos tradicionais. Em contrapartida, seria oferecido o curso, que beneficiaria os indígenas em sua inserção no mercado de trabalho”, contou. Davi disse ainda que há uma articulação para dar continuidade ao curso, mas pouca coisa está definida. “Precisamos conversar principalmente com as lideranças Ticuna, para saber que necessidade eles têm”, afirmou.

O instrutor do curso, o Baniwa Denílson Monteiro, 24, afirmou que o curso promovido pela FSDB é um “passo inicial”. “Ainda há muito para ser feito no Amazonas em termos de inclusão digital indígena”, disse o educador. Segundo ele, em Fortaleza (CE), a Microsoft desenvolve um projeto com a Fundação Nacional do Índio (Funai) que já até deu origem até a um teclado com caracteres guarani, por conta da necessidade dos povos de lá. “Eles tinham muitas dificuldades de aprender informática utilizando o português, então adaptaram um teclado para que este aprendizado pudesse ser mais fácil”, afirmou. Denílson acha que o curso promovido pela FSDB é o início de um trabalho semelhante. “É o início de um processo maior, que tem o objetivo de promover a inclusão social dos indígenas”, explicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀