EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

ENTREVISTA COM OS  PRÉ-NOVIÇOS 2009

ENTREVISTA COM OS PRÉ-NOVIÇOS!

Por favor, você poderia nos dizer seu nome e falar um pouco sobre sua origem?

Me chamo Edvaldo Montalvo Meireles, indígena da etnia Tukano, nasci no dia 18 de abril de 1989, em Ananás, um sítio localizado abaixo de Taracuá. Meu pai é da etnia Tukano e minha mãe Dessano. Tenho oito irmãos, sendo quatro homens e quatro mulheres, eu sou o quinto.

Quando começou sua experiencia vocacional com os salesianos?

Minha caminhada vocacional teve início no ano de 2005, ano que ingressei no centro de formação indígena (CFI) em Yauaretê, ai cursei também o ensino médio. Foram três anos de partilha e aprendizagem com a comunidade salesiana e os demais irmãos de caminhada. No ano de 2008 fui convidado a ir ao estado do Pará fazer uma nova experiência na comunidade salesiana de Ananindeua. Neste ano de voluntariado salesiano conheci uma nova cultura, costumes, uma nova realidade.

Que tipo de atividade pastoral você realizava nessa comunidade?

Eu ajudava na escola com a assistência de pátio, no oratório e nos encontros programados para a juventude. Foi uma experiência muito boa de contato prático com os jovens do colégio e da paróquia.

Como estão tua expectativas para este ano no pré-noviciado aqui em Manaus?

Espero neste ano de 2009 continuar aprofundando a opção vocacional que eu fiz ao ingressar na Família Salesiana, saborear a experiência de ser vocacionado salesiano e amadurecer como cristão. Dificuldades, desafios sempre nos acompanham, porém, não são motivos para desanimar, ao contrário, nos fortalecem e nos tornam capazes de solucionar cada vez mais os problemas que estão ao nosso redor e nos são apresentados pelos jovens.
Assim prefiro, ou melhor, espero fazer uma boa caminhada e me entregar nas mãos de Deus e de meus formadores para ser trabalhado.

Conversaremos agora com o nosso segundo entrevistado

Você poderia começar apresentando-se a nós!

Eu me chamo Eliardo Almeida da Cunha, nasci em Iauaretê, tenho 18 anos de idade, sou da etnia Tukano. Meus pais são Paulo Renato Moreira da Cunha e Matilde Hilda Maia Almeida.

Imagino que você também passou pelo centro de formação Indígena de Iauaretê!

Sim! No ano de 2007 ingressei lá como aspirante, estava cursando o terceiro ano do ensino médio e, no ano seguinte, junto com mais três jovens da mesma comunidade, fui enviado ao estado do Pará como voluntário na comunidade já mencionada de Ananindeua.

Expectativas, projetos… para este ano?

Em Ananindeua tive experiências muito positivas. Nesta nova fase formativa, espero continuar aprofundando mais sobre a vocação salesiana, conhecer melhor os jovens e suas problemáticas, cultivar ainda mais a vida de oração, crescer na dimensão humana e adquirir novas experiencias que sirvam para a vida.

Passemos então a conversar com o nosso terceiro entrevistado.

Assim como os demais você poderia iniciar falando sobre sua origem!

Eu me chamo Josemar Fonseca Meireles, sou natural de Tancredo Neves, pertenço a etnia Piratapuia, tenho quatro irmãos, inclusive um deles, Avani Meireles, é pós- noviço salesiano. Eu também ingressei no aspirantado indígena no ano de 2005 vindo a concluir ai o ensino médio. Foram anos de uma convivência muito agradável e que me ajudaram a refletir melhor sobre a vida salesiana.

Você poderia partilhar conosco como esta experiência, tanto em Iauaretê, como em Ananindeua tem contribuído com a sua formação?

As experiências que eu fui fazendo ao longo estes anos certamente tem me ajudado a crescer em todas as dimensões da minha vida. Tenho muito que agradecer a Deus por esta oportunidade de convivência nas casas salesianas por onde passei.

Os três gostariam de conjuntamente fazer algum agradecimento?

Agradecemos a todos aqueles salesianos que nos acompanharam ao longo destes anos, seja com o ministério da confissão, orientação espiritual, presença amiga. Especial aos Pe. José Reginaldo, Pe. Antônio de Assis Ribeiro, Pe. Justino Sarmento e ao Pe. Sadeck, que foram nossos diretores nestes anos de caminhada. Agradecemos ainda ao Pe. Damásio Medeiros pela confiança depositada e estímulo com seu acompanhamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀