EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

ENCONTRO DE AGENTES DE PASTORAL – ANEC

Por. José Ivanildo de Oliveira Melo – 

Nesta manhã de sexta-feira, 17.08, a Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC), realizou um encontro formativo com agentes de Pastoral das Instituições Católicas de Manaus e proximidade. Estiveram presentes mais de 13 Escolas, com um quantitativo de aproximadamente 50 pessoas.

Reginaldo Cordeiro, Diretor do Colégio Dom Bosco (CDB-Manaus), deu as boas-vindas aos participantes recordando as palavras de São João Bosco – “Educação é coisa do coração”. Destacando a dimensão afetiva da frase, lembrou que escola não tem rotina e que é preciso redescobrir todos os dias os meios de educar para o amor – “sem essa dimensão da educação para o amor, nosso trabalho não produz frutos”, afirmou.

Após um breve momento oracional, animado pelo P. José Benedito, coordenador de Pastoral (CDB-Centro), deu-se início a palestra central proferida pela Ir. Cláudia Chesini, da Congregação de Santa Catarina e Coordenadora Nacional da Dimensão Pastoral da ANEC.

O Tema: Humanismo Solidário, trabalhado ao longo da manhã, está em sintonia com as comemorações dos 50 anos da Encíclica Social Populorum Progressio, do Papa Paulo VI, e chama a atenção dos educadores para a construção da “civilização do amor”, por meio da prática da Justiça, Paz e Solidariedade. A visão ética proposta pelo documento aponta para o destino comum dos indivíduos, sendo urgente a construção de modelos comunitários capazes de gerar redes de solidariedade.

Ir. Cláudia, destacou ainda “que quem faz educação, faz educação porque se identifica com ela, e se fazemos é porque acreditamos”. Isso implica potencializar, no setor de pastoral das obras, a capacidade de difundir novos modelos “relativos ao ser humano, à vida, à sociedade e à relação com a natureza”. Papa Francisco em nossos dias é protótipo desse humanismo que se deseja construir, completou.

O cenário atual multifacetado e de constantes crises e mudanças interpela a todos. Por isso, explicitar para os pais e educandos a importância da cooperação solidária, desenvolvendo de modo harmônio as qualidades físicas, morais e intelectuais do ser humano torna-se um desafio urgente e necessário.

“É missão da Educação para o humanismo solidário construir relações educativas e pedagógicas que formem para o amor cristão, criem grupos de solidariedade” onde todos sintam-se envolvidos em redes de cooperação. Esta importante colaboração da educação católica é um elemento constitutivo forte da identidade evangelizadora da Igreja no Brasil. Basta recordar que desde a chegada dos colonizadores, os religiosos realizaram diversas atividades neste campo, ao longo do tempo incrementada por tantas outras congregações que continuam a missão ainda hoje de educar para a convivência social.

Após a exposição da Ir. Cláudia, os participantes reuniram-se em grupos para conversar sobre os cinco eixos trabalhados, a saber: humanização da educação; cultura do diálogo; globalizar a esperança; uma verdadeira inclusão; redes de cooperação, buscando identificar quais práticas já possuem na sua proposta educativa e que podem ampliar. O rico conteúdo das partilhas deverá ser compilado e futuramente publicado na forma de artigo na Revista Pastoral da ANEC.

Para a Ir. Cláudia, estes dias de visita a região Norte do país (Belém e Manaus), permitiu ouvir, conhecer a realidade de cada obra, explicitar as novas propostas de reestruturação da ANEC para os associados. Disse estar contente com “a clareza dos objetivos da educação evangelizadora presente nas instituições visitadas”. Agradeceu aos membros do Conselho da região, pela acolhida e possibilidades de encontros produtivos, como os facilitados, mesmo sem agenda, pelo P. João Mendonça, sdb, na área metropolitana de Belém-PA.

“Um desafio a ser trabalhado agora é dar prosseguimento à sistematização da ANEC na região de maneira a responder a necessidade dos associados, ser apoio e ter representatividade nos organismos eclesiais e sociais da região”, concluiu.

Ir. Cláudia permanece ainda em Manaus por alguns dias. Participou na noite de sexta, das comemorações dos 15 anos de Fundação da Faculdade Salesiana Dom Bosco – ZL acompanhada pelo P. Genaro Tesauro. Cumprirá ainda agenda de encontro com gestores e participará, entre os dias 20 e 23, do III Encontro da Igreja Católica na Amazônia Legal, como representante da ANEC.

WhatsApp Image 2018-08-18 at 11.51.04 (1) WhatsApp Image 2018-08-18 at 11.51.05 (1) WhatsApp Image 2018-08-18 at 11.51.05 WhatsApp Image 2018-08-18 at 11.50.08 WhatsApp Image 2018-08-18 at 11.50.34 WhatsApp Image 2018-08-18 at 11.50.59WhatsApp Image 2018-08-18 at 11.49.03

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀