EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Diretora Executiva da FSDB e Vice-Diretor de Ações Comunitárias participam em Roma da VI Assembleia da IUS

Participei com o P. Canio Grimaldi em Roma da VI Assembleia das Instituições Universitárias Salesianas. Nosso grupo era formado por mais de 70 pessoas entre salesianos e leigos procedentes de várias nações. O encontro, que aconteceu no Salesianum de Roma, foi organizado pelo Dicastério para a Pastoral Juvenil e contou do inicio ao final com a presença do Padre Fabio Attard, Conselheiro para a Pastoral Juvenil que é o salesiano que anima e orienta a ação educativo-apostólica salesiana nas suas várias expressões, tendo cuidado de que nelas se realize a prioridade juvenil e a inspiração no Sistema Preventivo.

P. Fabio assiste as inspetorias no desenvolvimento de seus projetos e empenhos pastorais, para que, fiéis ao espírito de Dom Bosco, respondam às exigências dos tempos e dos lugares de inserção dos salesianos no mundo. Esteve conosco também o P. Francesco Cereda, Conselheiro para a Formação (que acompanhou o Reitor Mor em seus Encontros e pronunciamentos na Assembleia). Quem tambem se fez presente de um modo intenso, em todos os momentos, inclusive participando de uma Reunião especifica com o Grupo IUS Brasil foi o P. Natale Vitali, nosso Conselheiro Regional para a América Cone Sul, que esteve presente e muito próximo ao nosso grupo.

Em estilo salesiano, com orações, palestras, reflexões, trabalhos em grupo, plenária e relatos de experiencias, a VI Assembleia das IUS foi Coordenada pelo Sr. Mário Olmos, salesiano coadjutor. Dentre os temas tratados destacam-se o Cenário Internacional da Educação Superior: Tendências, desafios e processos de qualidade na Educação Superior, cuja reflexão foi conduzida pelo Prof. Ernesto Gonzalez Enders responsável pelo Projeto ENLACES/UNESCO/IESALC. Outra palestra de grande valor foi o Cenário especifico da Educação Superior Católica: Missão Institucional e liderança nas Universidades Católicas, que foi apresentada pelo leigo Fabio Reis, Diretor do Campus Lorena da Unisal. O Reitor Mor apresentou uma das temáticas mais esperadas pelos inspetores, reitores e diretores salesianos e leigos presentes à Assembleia que foi as Orientações da Congregação Salesiana para as IUS.

O assunto recorrente, que podemos dizer foi o eixo condutor dos trabalhos, foi a elaboração das Politicas para a presença Salesiana na Educação Superior. Politicas essas que envolveram a avaliação daquelas que estavam em vigência e elaboração em grupo, socialização em plenária e votação das que irão nortear os rumos das instituições universitárias salesianas nos próximos anos. Vale ressaltar ainda os momentos fortes de oração, integração, trabalhos em grupos e a socialização de experiências sobre o processo vivenciado pelas IUS no ultimo sexênio como as atividades implementadas com o auxilio da Fundação Edulife sobre o processo de Recursos Humanos nos anos de 2009 a 2011 e as experiências em Rede na Índia e no Brasil.

As mantenedoras e mantidas IUS devem assumir o compromisso de implementar as Políticas da Congregação para o Ensino Superior e os Programas Comuns. Quanto a estes, diferentemente das Politicas, a assembleia solicitou e foi atendida que eles tivessem a vigência de quatro anos. Assumiu-se coletivamente, a nível de IUS mundial, as seguintes linhas estratégicas para os programas comuns: Fortalecer a colaboração e sinergia das instituições promovendo a criação de uma autêntica rede que favoreça o crescimento e o fortalecimento das instituições. Como linhas operativas se pensa em criar um sistema de instrumentos de comunicação entre as IUS onde, através de um Banco de Dados, tenhamos acesso às informações sobre os principais indicadores institucionais, como as pessoas que trabalham nas IUS e suas competências, sobre os recursos e materiais produzidos, sobre currículo, instrumentos de gestão, projetos desenvolvidos, dentre outros. Um dos principais objetivos desta linha estratégica é promover a colaboração e o intercambio entre grupos de IUS em torno de temáticas acadêmicas e cientificas. Outra proposta é promover a reflexão em torno da identidade e da missão da presença salesiana na educação superior, em particular sobre a concepção e a prática da Pastoral Universitária. Pretende-se que todas as IUS possam participar de seminários em nível continental, enviando os responsáveis pela Pastoral da Universidade e os delegados de Pastoral Juvenil das Inspetorias, para que se atualizem e possam ajudar a implementar as linhas mestras para a práxis pastoral nas universidades salesianas.

Com a finalidade de assegurar a aplicação e a avaliação do documento “Politicas para a Presença na Educação Superior de 2012 a 2016, ficou estabelecido que durante esse período se realizem Conferencias Continentais sendo a primeira o mais tardar um ano após a aprovação destas politicas (ano de 2013) e a segunda dois anos depois em 2015. Para o nosso continente a próxima assembleia ocorrerá em Campo Grande no período de 26 a 28 de agosto de 2013, ocasião em que se confirmara a data e local da Conferencia Continental de 2015. Uma das questões decididas na Assembleia que participei com o P. Canio, diz respeito ao financiamento das atividades de interesse comum às IUS e sobre a cota para viabilizar, em nível de congregação, as politicas definidas nesta VI Assembleia. Como de praxe estabeleceu-se que a cada dois anos as IUS farão o repasse de uma cota destinada a cobrir os custos de todas as atividades aprovadas para o período de duração do Programa Comum. Essa cota considerará o quantitativo de acadêmicos de cada IUS. A responsabilidade e a execução dos objetivos e das ações será confiada a uma Coordenação continental que foi escolhida pelos inspetores e dirigentes das IUS presentes à Assembleia.

O nosso Coordenador é o P. Marcos Sandrini, Diretor da Faculdade Salesiana Dom Bosco de Campo Grande, com quem tive a grata satisfação de conviver por muitos anos, quando ele era Presidente da AEC e eu era membro e depois a responsável pelo Setor Pedagógico da AEC do Amazonas. Pe. Marcos Sandrini tem um brilhante histórico à frente da animação das IUS no Brasil. Dentre as orientações da Congregação para as IUS, foi solicitado aos inspetores e dirigentes presentes que assegurem uma continua reflexão e aprofundamento sobre a identidade e a missão da presença salesiana na educação superior; que haja em cada instituição um continuo processo de reflexão e de avaliação dos critérios e dos mecanismos de gestão e das estruturas acadêmicas de modo que sejam coerentes com finalidade educativo-pastoral que caracteriza a identidade das IUS. Que procurem garantir, em cada instituição, uma presença salesiana significativa, quantitativa e qualitativamente capaz de animar um projeto significativo a nível cultural, cientifico, educativo e pastoral. Que assegure a solidez institucional das IUS e a qualidade de sua proposta educativa em resposta às necessidades de formação dos jovens e aos desafios para a educação superior para as transformações da sociedade. Que os processos de formação das pessoas desenvolvidos nos últimos anos, em particular aqueles que garantem a orientação, a direção, a gestão e o exercício das funções universitárias de investigação, docência e serviço à sociedade sejam incentivados e consolidados. Que as mantenedoras e as mantidas assegurem uma eficiente gestão econômico-financeira das instituições em vistas do desenvolvimento sustentável da instituição e da atenção preferencial aos jovens das classes populares. Que garantam a qualidade e pertinência da formação ofertada aos acadêmicos e o desenvolvimento de um modelo educativo universitário orientado pelos princípios do sistema preventivo de Dom Bosco. Que procurem uma incidência social e cultural através da atividade acadêmica e do serviço à sociedade, contribuindo ao conhecimento e a realidade social e a sua transformação, sobretudo naqueles aspectos que dizem respeito a condição de vida dos jovens e a atenção aos grupos marginalizados da sociedade. Que continuem a favorecer o fortalecimento da Rede IUS e o desenvolvimento da sinergia entre as instituições assim como o crescimento das estruturas especificas para seu governo e animação. Que a vontade de trabalhar em rede se concretize em modos de relação e colaboração entre as IUS através de projetos comuns a todas as instituições, a grupos delas ou em projetos bilaterais., favorecendo o trabalho em rede em torno dos temas mais diretamente relacionados com a missão salesiana.

Nos discursos oficiais dos dirigentes da Congregação salesiana, seja através da fala do Reitor-Mor, do Conselheiro da Pastoral Juvenil e do Coordenador das IUS, esteve muito presente a necessidade de favorecer as relações e a articulação das IUS com as estruturas de governo da inspetoria e com outros setores ou tipos de presença pastoral. Desde o diagnóstico enviado para ser respondido junto com a inscrição de participação na Assembleia até o discurso final, ficou evidente que as inspetorias devem proporcionar às instituições de ensino superior Salesianas, uma função específica e significativa no desenvolvimento do projeto orgânico inspetorial. As politicas deixam claro que “as inspetorias designem às instituições uma função ou tarefa específica dentro do Projeto Orgânico Inspetorial (POI) procurando aproveitar os recursos e capacidades das instituições de educação superior para um processo de renovação e desenvolvimento de outros setores da presença inspetorial”. Para tanto, uma das grandes responsabilidades das IUS de modo geral e da nossa Faculdade Salesiana Dom Bosco em particular, é procurar uma maior articulação com outros setores da presença salesiana inspetorial, sobretudo contribuindo com os processos de formação, consultoria e assessoria. Torno público através da página oficial da ISMA os assuntos tratados na VI Assembleia das IUS. O Padre Cânio ainda encontra-se na Italia, para uns dias com a família. Esperarei o retorno dele para entregar ao Inspetor e ao seu Conselho, com as devidas assinaturas (dele e minha), o Relatório e prestação de contas da nossa participação neste evento e nos colocamos à disposição da Familia Salesiana para quaisquer esclarecimentos e/ou repasses que se fizerem necessários! Prof. Meire Botelho Diretora Executiva da FSDB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀