EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Congresso Continental sobre as Memórias do Oratório II

Na oração da manhã deste segundo dia tivemos a grata alegria de celebrar a santidade feminina na família salesiana. Recordamos Mamãe Margarida, Domingas Mazzarello, Maria Troncati, Madalena Morano, Eusebia Palomino, Teresa Braco, Alexandrina da Costa, Tereza Valsé Pantellini, Dorotea Chopitea e muitas outras. Após as Laudes saímos em grupos para conhecer melhor traços da vida de algumas delas e partilhar nossas impressões. 

Neste segundo dia trabalhamos em grupos sobre os trabalhos que realizamos nas inspetorias em vista do Congresso a partir de três dimensões: 1. Sócio familiar; 2. Pedagógica; 3. Espiritual. Cada país teve 15 minutos para apresentar o material escrito. Uma riqueza enorme. Algumas inspetorias, por exemplo, México, trouxe a experiência da escola de salesianidade que eles organizaram e que conta hoje com mais de 300 professores de salesianidade que assessoram formação e animação da FS em todo o país.

A nossa Isma não tem ainda uma equipe de salesianidade. Neste aspecto precisamos avançar. Por isso, nossa preparação para este Congresso não foi tão atuante como se esperava. Entretanto tivemos a oportunidade realizar dois encontros com uma pequena equipe composta pela irmã Panarotto, Pe.Sucarrats, Meire e eu, assessorados por uma professora da UFAM e um professor indígena que nos ajudaram a refletir sobre a complexa realidade das juventudes do Amazonas e Manaus. No site da inspetoria publiquei dois artigos sobre este estudo.

O meu grupo teve como tema a dimensão sócio familiar. Na minha apresentação destaquei as experiências familiares de Dom Bosco e como ele foi capaz de romper com condicionamentos culturais, religiosos e até familiares para realizar seu sonho. Também recordei que no seu tempo Dom Bosco viveu uma mudança epocal, o século das liberdades, isto exigiu dele criatividade, ousadia e proatividade. O oratório de Valdocco foi, então, se concretizando como um espaço marcado pela festa, disciplina, associacionismo, alegria, presença, qualificação profissional, etc. uma aldeia aberta para os jovens que chegavam e eram acolhidos. Contudo, o Oratório mais que uma estrutura é Dom Bosco. Onde estava Dom Bosco ali os jovens encontravam o oratório. Hoje precisamos resgatar esta realidade oratoriana. O Espirito de família que permeia o oratório é nossa experiência de casa, escola, paróquia, pátio.

Gostei muito do trabalho apresentado pelos congressistas da Bolívia que levantaram necessidades e urgências dos jovens em forma de desafios:
1. Saber preencher os momentos de ociosidade dos jovens;
2. Ajudá-los no projeto pessoal de vida;
3. Obras e ações que reforcem a opção pelos jovens mais pobres;
4. Educação para valores;
5. Proporcionar experiência de Deus, acompanhamento dos jovens;
6. Redimensionar as obras para que sejam proféticas;
7. Fortalecer a presença-assistência nos novos pátios (internet, redes sociais);
8. Resgatar a pastoral carcerária em ambientes juvenis;
9. Criar centros de acolhida para jovens universitários
Desafios interessantes que podem ser pensados também em nossa inspetoria, sobretudo neste momento que nos preparamos para o Capitulo Inspetorial. Acredito que é o momento de repensar nossas presenças para garantir a RADICALIDADE EVANGELICA. É preciso seguir os rumos do carisma – dom do Espírito Santo – porque é ele que nos move na direção do DA MIHI ANIMAS, quer dizer, da essencialidade. Fixar-se nas estruturas e, pior ainda, não querer mudar é trair Dom Bosco naquilo que ele foi mais ousado: FAZER SEMPRE A VONTADE DE DEUS. Perguntemo-nos, então, o que o Senhor quer de nós nesta hora da inspetoria.

Na eucaristia da tarde celebramos a memoria de Maria Domingas Mazzarello e fechamos a noite com o filma MAÍ. Emocionante e cheia de ternura o filme reproduz momentos significativos da vida de Mazzarello e do nascimento do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀