EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Congregações e Movimentos refletem as juventudes.

Termina 13º Encontro Nacional de Congregações que trabalham com jovens

Em quatro dias, os participantes do 13º Encontro Nacional de Congregações que trabalham com jovens refletiram sobre “Vida e missão da vida religiosa no chão da juventude”.

Cerca de 60 pessoas, maioria religiosos de 26 congregações ligadas a trabalhos com jovens, de 15 estados brasileiros, participaram, de 11 a 14, do 13º Encontro Nacional de Congregações que trabalham com a Juventude, cuja reflexão foi “Vida e missão da Vida Religiosa no chão das Juventudes”, com o objetivo de “gerar um processo dinâmico de comunhão e participação que favoreça o intercâmbio entre as experiências que se realizam pelas Congregações”, de acordo com o Documento 85, Evangelização da Juventude.

O encontro, que aconteceu em Belo Horizonte (MG), foi organizado pelo Setor Juventude, da CNBB. No primeiro dia, os participantes foram acolhidos, animados e motivados pelo assessor do Setor Juventude, pe. Gisley Azevedo, e pelo assessor nacional da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), frei Rubens. À noite, a pesquisadora em Juventude, da equipe de coordenação da Casa da Juventude de Goiânia (CAJU), Carmem Lúcia Teixeira, fez memória dos 13 anos de caminhada e encontros. “No caminho identificamos o processo!”, disse ela.

Sonhos

Durante o encontro, foram refletidos alguns sonhos para a efetivação dos trabalhos junto à juventude, entre eles: “Amadurecer mais o fato que a Congregação deve estar a serviço da Juventude e da Igreja e não de si mesma”; “Abrir horizontes e conhecer outras experiências para o bem da sua Congregação”; “Estar com a Juventude não por interesse próprio, mas por amor aos Jovens mesmos”; “Pensar na perspectiva da comunhão Eclesial”.

“O jovem é o guardião da vida nesta sociedade que mudou de referencial. Nosso desafio é mergulhar na pessoa de Jesus Cristo, formando chão para os jovens e resgatando a imagem deste Deus real”. As palavras são do secretário executivo do Mutirão pela Superação da Miséria e da Fome, da CNBB, pe. Nelito Dorneles, que assessorou o segundo dia. Divididos em seis grupos, os participantes refletiram, com pe. Nelito, sobre as novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE).

À tarde, os grupos apresentaram a síntese do trabalho realizado pela manhã, feita a partir da dinâmica de seis chapéis coloridos. A música, a dança, o teatro foram elementos importantes de apoio para expressar o foco, a espontaneidade, a emoção, a paz, a energia e a franqueza das DGAE.

Logo após o intervalo, foram apresentadas duas propostas: da V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe, para a recepção do Documento de Aparecida e o Curso de pós-graduação à distância em adolescência e juventude.

As congregações presentes se comprometeram a realizar sondagem de verificação para a concretização do curso. Depois do jantar, foi celebrada a missa, momento em que os participantes apresentaram a síntese dos trabalhos e os “sonhos” do dia.

O terceiro dia foi aberto com a oração do Ofício Divino da Juventude. Depois de uma memória histórica feita por Carmem Lúcia, para observar os movimentos acontecidos ao longo da caminhada e para identificar melhor os sonhos futuros, divididos em sete grupos, os participantes tiveram a oportunidade de partilhar os projetos pastorais, junto à juventude e seus assessores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀