EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

CG26 – BOA NOITE DO INSPETOR DA FRANÇA E BÉLGICA

Em nome de todo os José aqui presentes, eu gostaria começar manifestando nossos agradecimentos pelos seus votos delicados e cordiais. O Pai Pascual falou-nos abundante e magnificamente sobre os direitos do homem. Eu não sei se no meio deles tem também o direito a um nome e não simplesmente a um número de identificação. Um número não é comemorado, mas sim um nome que diferencia um dos outros e que enfatiza nossa originalidade. Assim, parecidamente, nós somos amamos e amamos. É isto que nos faz entrar no clima da ‘pericorese’ que nos garante que, em Deus, está igualmente divino amar e ser amado. Vocês podem ver como os frutos dos Exercícios Espirituais estão amadurecendo.

Nós estamos, então, na vigília da festividade de São José. Não irei falar-vos da confissão, como aquele pregador que aproveitou da ocasião da festa do pai putativo de Jesus a fim de falar disso, sob o pretexto preliminar que sendo São José um marceneiro, teria que manufaturar certamente confessionais em sua oficina de Nazareth. Não, eu me contentarei de vos entreter falando sobre nossa situação na Europa Francófona, essencialmente, na Bélgica e na França, com duas antenas uma na Suíça e outra em Marrocos.

Dizemo-lo uma vez e sem reticências: do ponto da estreita questão dos efetivos dos religiosos e das religiosas, na França como na Bélgica, pondo juntos todos os carismas, a situação é muito longe do desejado. Vocês compreenderam que as pessoas envelhecem e por isso seu número diminui. De outro lado, não são substituídas por novas chegadas, pelo menos de maneira significativa do ponto de vista quantitativo.

Isto não significa que nos queixamos da nossa época. Longe disso, através de tudo isso nós aprendemos, de uma maneira geral, a dar toda a importância ao batismo, evidentemente em estreita união com a crisma. Falando de outra maneira, os batizados, por causa desta situação, chegam a descobrir, de maneira cada vez mais perspicaz, que são eles os responsáveis, na igreja e no mundo. É esta, pelo menos, uma descoberta essencial, formidável, vital.

Podemos dizer a mesma coisa a respeito do mundo do salesiano. Mais ou menos 20 anos atrás, um provincial daquela época, dirigindo-se aos irmãos da inspetoria, perguntava-se se “o carisma salesiano teria um futuro leigo”. Estas propostas, naquela época, caíram no vazio. Hoje é a realidade que nós estamos vivendo: o carisma salesiano é levado adiante por leigos, por leigos que nos acompanham em quanto somos salesianos e salesianas (porque trabalhamos em estreita colaboração, FMA e SDB). Os leigos são agora nossos companheiros (partenaires) e não mais nossos colaboradores. O modelo de funcionamento é consideravelmente mudado. Saber e aceitar isto, eis as condições para poder continuar cristãmente e salesianamente.

Para chegar aonde? Também aqui precisamos especificar as coisas. Na lógica do nosso batismo, e por isso do Evangelho, nós devemos caminhar ao encontro de todos. O Evangelho é para todos. Jesus falou a todos. Como Salesianos, nós devemos fazer isso com o estilo de Don Bosco. E, neste sentido, nossas escolas, nossos centros juvenis são abertos a todos, são acessíveis a todos. Em Marrocos, por exemplo, existe uma escola para adolescentes, uma escola técnica para jovens com dificuldade escolar. O único cristão é um sacerdote: o diretor salesiano. Mas o processo salesiano funciona totalmente. Podemos dizer o mesmo da maioria das obras na Bélgica e na França. Em conclusão, nós vivemos os direitos do homem pelo fato que Deus é criador dos uns e dos outros. Ama a cada um, e a cada uma. Nós devemos fazer o mesmo na frente de todos os seres humanos, seja quem for.

Evidentemente nós não perdemos a esperança de ver alguns, entre aqueles para os quais trabalhamos, caminhar para seguir mais de perto Jesus, especialmente seguindo o modelo de Dom Bosco. Fazemos auspícios que vários cheguem a ser discípulos de Jesus, salesianos de Dom Bosco. Certamente precisa evangelizar, mas também sair gratuitamente ao encontro do maior número possível de pessoas (cfr. Mt 25).

Em conclusão, nós estamos vivendo atualmente o que descrevia a carta a Diogneto, no final do segundo século. Seria bom reler este antigo documento que conserva toda a sua atualidade na sociedade, a Europa de hoje. Aqueles cristãos viveram no mundo que era o mundo deles, sem nostalgias das épocas passadas consideradas menos secularizadas.

Na realidade é isto que nós vivemos em grande parte da Europa. O mesmo dá-se em diferentes países e especialmente quando fala-se a mesma língua. Isto acontece na Bélgica e na França. Agora nós juntamos nossas energias tornando-nos somente uma inspetoria, respeitando naturalmente as particularidades de cada país. Esta originalidade nos leva a nomear um conselheiro delegado para a Bélgica, fazendo parte de um só conselho inspetorial. Sua missão será a de fazer presente a sensibilidade da Bélgica em todas as questões tratadas, especialmente nos aspectos jurídicos e econômicos. Todo o resto, a animação das comunidades e das obras, será amplamente em comum. Nós já trabalhamos conjuntamente em diversos campos, especialmente na formação, na comunicação, mas a marca oficial da união dar-se-á no dia 23 de agosto de 2008, após os exercícios espirituais animados pelo Reitor-Mor

Eu termino dizendo: o vinho está pronto, chegou o momento para bebê-lo. Fazemos isso de bom ânimo, num copo que é nosso. E o fazemos com confiança, porque aquilo que nos vem oferecido é um vinho generoso e nobre.
Boa noite em nome dos salesianos da Bélgica e da França.

Joseph Enger
Inspetor da França e Bélgica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀