EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Caminhada pela Paz

“O que mais me comove não é o barulho dos violentos, mas o silencio dos bons”
(M. Luther King)

Manicoré/AM – No dia 16 de outubro, quinta-feira, a cidade de Manicoré acordou com um único desejo: PAZ! Ecoaram gritos pelas ruas: “Chega de tanta violência…” “Queremos uma cidade tranqüila para nossos filhos e netos…”, “queremos o direito de ir e vir…” “Queremos justiça…” “Mais respeito pela vida”…

Esse foi o grande motivo que mobilizou a população que saiu pelas principais ruas da cidade para pedir PAZ, mais segurança e valorização da vida humana. Foram os sentimentos manifestados através gritos, músicas, cartazes, faixas e símbolos durante a Iª Caminhada pela Paz.

Esse evento foi organizado pela Paróquia Nossa Senhora das Dores com suas pastorais envolvendo escolas e várias outras instituições. Os objetivos foram: despertar a população para refletir sobre a necessidade da promoção da paz; convocar líderes, associações, instituições em geral e autoridades para, juntos, manifestarem publicamente o repúdio à Violência; sensibilizar as autoridades para tomarem as providências cabíveis diante da violência no Município, sobretudo na cidade.

Fatos: no último dia 10 de outubro um empresário que atuava no ramos de combustíveis foi friamente assassinado. Nos últimos anos vem crescendo o número de homicídios e a criminalidade organizada gerando um clima de medo: “ninguém sabe”, “ninguém viu”, “ninguém ouviu”. Já somam-se mais de 16 casos de bárbaros homicídios que nos últimos 20 anos ainda não foram suficientemente resolvidos, nem esclarecidos, nem julgados… Impunidade continua! Os problemas continuam. Diante disso a população sonha com uma cidade mais segura, mais humana, mais justa e fraterna.

Foram mobilizados diversos órgãos públicos, os meios de comunicação, as famílias das vítimas da violência, inclusive a do Sr. Adonal Rodrigues que foi o último assassinado, Igrejas e as autoridades locais. A família do Sr. Adonal já vinha se organizando para fazer uma manifestação pela paz, para pedir segurança e justiça, foi daí que surgiu a idéia de alargar a manifestação, pois a violência é um problema social e não um ato isolado que abala uma só família.

O Pe. Antônio de Assis Ribeiro (Pe. Bira), pároco, visitou a família da vítima e lançou a proposta para fazer uma grande caminhada mobilizando as escolas e toda a população para pedir paz, segurança e conscientizar as famílias de que a paz começa dentro de casa; só quem ama valoriza a vida humana, e a ama, promove a paz. Para a concretização do evento foi formada uma comissão da qual participou representantes das pastorais da Paróquia Nossa Senhora das Dores, a família do Sr. Adonal e outras instituições. Durante a caminhada foram feitas quatro paradas, cada uma em frente aos principais órgãos responsáveis pelo bom andamento da cidade: a delegacia, a câmara de vereadores, o Cartório (fórum), a Prefeitura Municipal e a Igreja matriz. Em cada parada houve um pronunciamento orientado por um tema previamente escolhido.

Participaram da caminhada cerca de quatro mil pessoas com predominância da juventude (alunos das escolas). Tudo decorreu num clima de serenidade, esperança, alegria, criatividade, sentido de comunhão. A pastoral de Juventude incentivada pelo clérigo Ilton Marques assumiu a animação do evento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀