EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

Artigo: Rumo à V Conferência Geral do Episcopado LA e Caribe

D.Odilo Pedro Scherer, bispo Auxiliar de São Paulo, Secretário-Geral da CNBB


A preparação da V Conferência Geral do episcopado latino-americano e caribenho já foi iniciada. O tema escolhido pelo papa Bento XVI é: Discípulos e missionários de Jesus Cristo, para que nele nossos povos tenham vida. “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” (Jo 14,6). A V Conferência Geral deverá acontecer no fim de abril ou início de maio de 2007, o local escolhido foi Aparecida e dela participarão representantes das Conferências Episcopais de todos os países da América Latina e do Caribe. O papa Bento XVI confirmou sua presença. A última Conferência Geral foi a de Santo Domingo, em 1990.


Para a preparação foi escolhido o método participativo, para envolver amplamente as várias comunidades e organizações da vida eclesial: dioceses, paróquias, comunidades pequenas, CEBs, organizações dos presbíteros, diáconos, religiosos e leigos, conselhos paroquiais e diocesanos, movimentos, associações, novas comunidades, centros de estudos, seminários…



Cada Conferência Episcopal organiza essa preparação nos respectivos países; os diversos grupos e organizações da vida eclesial são convidados a oferecer suas reflexões e sugestões para a V Conferência, tendo como referência comum uma espécie de Texto-Base, chamado “Documento de Participação”, elaborado pela Comissão Central dos preparativos, no CELAM, e já está publicado no Brasil.
Além do Documento de Participação, a CNBB também preparou Roteiros para Reuniões, para facilitar o trabalho dos grupos. Esses Roteiros são distribuídos pelas dioceses e paróquias. Para cada reunião, estão previstas perguntas, que devem ser respondidas. As folhas com as respostas são recolhidas pelas dioceses, que encaminharão a síntese de todas as contribuições para os Regionais da CNBB. Com as contribuições de todas as Conferências Episcopais do Continente, a Comissão Central, no CELAM, preparará o Documento de Síntese, que será a base do trabalho dos Delegados escolhidos pelas Conferências Episcopais para participarem da V Conferência.



Muitos outros eventos podem ser organizados para preparar a V Conferência ao longo de 2006, como seminários, debates, congressos teológicos ou pastorais, simpósios, romarias a santuários marianos, tendo como referência o Tema e o Documento de Participação da V Conferência. De fato, da boa preparação e do amplo envolvimento da comunidade eclesial dependerá, depois, a boa recepção da proposta que sairá da V Conferência.



O objetivo primeiro desse grande evento eclesial do nosso Continente é ouvir a voz de Deus na voz do tempo e das circunstâncias. Pelo tema escolhido, a Conferência terá uma forte tônica missionária. Após cinco séculos de presença do Evangelho nessas partes do mundo, a Igreja católica, logo no início do terceiro milênio, quer aprofundar sua presença missionária e traduzir, efetivamente, em novas formas, novos métodos e novo ardor o chamado à “nova evangelização”, já presente na IV Conferência, em Santo Domingo.



Só podemos ter alegria e entusiasmo pela fé, se conhecermos mais profundamente o que significa ser discípulos de Jesus Cristo e membros da Igreja; a V Conferência pretende despertar nos católicos da América Latina e do Caribe um apreço renovado pelo dom do Evangelho, da fé cristã e da pertença à Igreja. O olhar atento sobre a realidade ajudará a perceber melhor as questões novas que, por toda parte, desafiam os cristãos, exigindo deles respostas coerentes com o Caminho do Evangelho e uma nova atitude missionária.



Ao observador atento não escapará a percepção da afinidade entre a proposta da V Conferência Geral e o Projeto Nacional de Evangelização “Queremos ver Jesus, Caminho, Verdade e Vida”, da CNBB. Os traços fundamentais são os mesmos: renovada experiência da fé mediante o encontro pessoal com Jesus Cristo, para redescobrir a graça da vida cristã, como discipulado, e a alegria da pertença à Igreja; a urgência de uma nova atitude missionária dos católicos e de ir ao encontro dos católicos não-praticantes e de todas as demais pessoas, para partilhar as riquezas da própria fé. As populações de toda a América Latina e do Caribe também esperam que alguém as ajude a “ver Jesus”, Caminho, Verdade e Vida. Quem pode fazê-lo, senão aqueles que já “viram o Senhor”?!



Espera-se que, a partir da V Conferência, seja desencadeado uma missão continental. É uma necessidade urgente e um sonho, a ser concretizado ao longo de vários anos e com uma grande solidariedade eclesial nos diversos países. Pode ser um sinal dos tempos. Deixemo-nos conduzir pelo Espírito de Deus, que renova a face da terra.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀