EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

A Pedagogia Salesiana

Manaus/AM – Nos dias 14 e 15 de julho os animadores de pastoral receberam um banho de salesianidade. Durante estes dois dias a professora Meire Botelho dinamizou a disciplina “A Pedagogia Salesiana”.

O estudo começou com uma dinâmica extraída de pequenas frases ditas por Dom Bosco. Tais frases salientavam a proposta pedagógica salesiana que se perpetua no tempo e no espaço através da Família Salesiana.

Um passeio pela história italiana (revolução napoleônica, restauração, ressurgimento e independência da unidade) no tempo de Dom Bosco contextualizou o processo educativo salesiano na sua origem. Em seguida, foi estudada a vida de Dom Bosco desde a sua infância até o desenvolvimento da sua obra em Valdocco. Mamãe Margarida recebeu um destaque especial sendo apresentada como uma mulher de profunda espiritualidade, esposa, mãe, madrasta, viúva e educadora. Ela esteve presente na vida de Dom Bosco não somente durante a sua infância, como também, no meio daquela multidão de jovens do oratório festivo. Um de seus últimos conselhos a São João Bosco foi este: “João vou partir. Tudo o que é meu fica nas tuas mãos. Nossa Senhora te ajude. Escuta: não te preocupes pelo êxito das tuas obras. Apenas a glória de Deus. Ama a pobreza em tua casa. Encomenda-me ao Senhor. Não me cansarei de pedir a Deus por ti”.

No segundo dia da disciplina foi abordado o Sistema Preventivo como elemento fundamental da ação educativa salesiana. Este sistema é uma experiência espiritual, uma proposta pastoral e uma metodologia pedagógica eficaz. Na casa salesiana, tal sistema cria um ambiente saudável, pois se fundamenta no Cristo, Bom Pastor.

As bases desse sistema são razão que direciona o educando para fazer o bem, a religião que desperta o interesse pelo transcendente e o amor que gera confiança e estimula o protagonismo. Nos dias hodiernos é preciso, mais do que nunca, fazer uma releitura desta herança educacional. O sistema preventivo não é somente um método elaborado, mas sim uma inspiração de vida.

A ação pastoral precisa está caracterizada por uma opção pelos jovens e pelo seu mundo, de modo que se eduque evangelizando e evangelize educando. Para isto pode-se fazer uso da experiência comunitária a partir de uma proposta de ações que estejam voltadas para o bem comum. O estilo salesiano de educar pauta-se numa animação que gera, no ambiente educativo, um clima de festa e de família. A presença do educador neste ambiente deve ser amiga e ativa. Vale ressaltar ainda que a animação pastoral não pode resumir-se apenas na realização de eventos na obra. Deve ter por base um projeto capaz de promover uma pastoral orgânica. Isso levará à uma convergência capaz de superar todo e qualquer forma de setorialismo.

Professora Meire encerrou a disciplina retornando novamente à história de Dom Bosco mostrando as suas inovações no âmbito educativo. Pode-se dizer que este santo foi um homem totalmente consagrado à missão. Por muitos foi chamado de padre da caridade e homem cheio de criatividade. Chegou a proibir no oratório os castigos físicos e aqueles que dificultam o aprendizado dos jovens. Foi um homem de inovação, capaz de adaptar os horários de classe e dos cursos às necessidades da juventude.

O grupo de animadores de pastoral agradece a disponibilidade e parabeniza a professora Meire Botelho pela metodologia utilizada na execução das aulas. Os leigos aguardam a próxima parte do estudo sobre a proposta pedagógica de Dom Bosco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀