EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

A gratidão do Pe. Pascual Chavez

Roma/IT – Após mais de uma década guiando e animado a Família Salesiana presente em centenas de países. Chegou ao fim o serviço de animação do IX Sucessor de Dom Bosco, o biblista Pe. Pascual Chávez. Abaixo, o último boa noite por ele dirigido aos salesianos. Boa leitura!

A todos e a cada um dos Salesianos da Congregação

Queridos irmãos,

Não podeis imaginar a profunda alegria que senti, quando na tarde do passado dia 30 de janeiro pude acompanhar, junto de mons. Cesare Nosiglia, arcebispo de Turim, e de numerosos salesianos e jovens do MJS, a urna de Dom Bosco pelas ruas de Turim no seu regresso a Valdocco, onde o esperavam os jovens que enchiam a Basílica e cantavam “Don Bosco ritorna”. O regresso de Dom Bosco a casa, depois de visitar os seus filhos nos lugares onde eles se encontram, em todo o mundo, fez-me pensar em vós e em escrever-vos esta carta pessoal. De novo em Valdocco, Dom Bosco quer chegar a todos os jovens, de preferência aos mais necessitados, através de cada um de nós, chamados a representá-lo hoje.

Estou para deixar o ministério de Reitor-Mor que me foi confiado pela primeira vez no já longínquo dia 2 de abril de 2002. Naquele dia o Senhor chamou-me a representar Dom Bosco diante de vós e da Família Salesiana. Uma graça, creio, imerecida, que, posso confidenciar-vos, me animou a identificar-me cada vez mais com o nosso Pai, com a sua preocupação pela Congregação, com a sua paixão pelos jovens. Sei que, por muito que agradeça durante a vida que me resta, nunca saldarei esta dívida de amor para com Deus. Bendito Ele seja para sempre!

O meu agradecimento estende-se a todos e a cada um de vós, caríssimos irmãos. Senti-me aceite e muito amado, embora saiba muito bem que todas as demonstrações de respeito e de amor que recebi eram expressão do vosso afeto e filial devoção a Dom Bosco. A adesão e a compreensão de todos, a disponibilidade e a obediência que encontrei em tantos de vós foram um apoio eficaz no exercício do meu ministério. Que Deus vos abençoe, como, de todo o coração, eu faço!

Não vos escondo que durante estes doze anos de Reitorado não faltaram penas e sofrimentos, alguns mais dolorosos ainda por serem inexplicáveis ou imprevistos. Também eu, como Dom Bosco, no sonho do caramanchão de rosas, caminhei entre espinhos… Mas a dor sentida e a solidão vivida ajudaram-me a ver com maior clareza o bem que Deus, através de cada um de vós, está a realizar. Posso dizer-vos que hoje me sinto mais orgulhoso de ser salesiano, não só por ter como Pai o nosso santo Fundador, mas também por vos ter como irmãos.

Estou certo que quem for eleito depois de mim cuidará “de vós e da vossa salvação”. Como Dom Bosco um dia fez, peço-vos encarecidamente: “escutai-o, amai-o, obedecei-lhe, rezai por ele, como fizestes por mim”. E que Maria Auxiliadora, Mãe e mestra de Dom Bosco e de cada um de nós, vos guie e acompanhe na vivência da vossa consagração. Obrigado de todo o coração.

Roma, 24 de março 2014

P. Pascual Chávez S., sdb

Rettor Maggiore

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀