EnglishFrenchGermanItalianPolishPortugueseSpanish


Notícias

A experiência de participar do Congresso Eucarístico

A Ilha de Florianópolis ficou pequena para acolher os 3.000 delegados e delegadas de todo o Brasil e os 300 bispos para o grande momento Eucarístico. Com o tema VINDE E VEDE, ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS, o Congresso nos ensinou que, na verdade, quem se alimenta de Cristo se torna ele mesmo servindo aos irmãos.


Ficou em nossos corações a acolhida do povo floripolitano. Um povo afetuoso, simples e cristão. As famílias foram preparadas para receber os delegados e delegadas. Fomos recebidos como filhos, pelo menos a família que me recebeu foi amável e amiga.


Destaco três momentos que considerei marcos dentro do Congresso.



1. O Congresso jovem: três mil jovens se concentraram num grande anfiteatro chamado arena São José. Cantos, gritos de louvores, aplausos e alegria juvenil simples e ardente, nos fizeram rejuvenescer. Acompanhei tudo com o coração cheio de alegria. Lembrei-me do nosso Fórum da AJS de 2002. Depois da catequese feita brilhantemente por Dom Taveira, Bispo do Tocantins, iniciamos a caminhada jovem rumo ao estádio de futebol do Figueirense, chamado Scarpelli, para o show católico e a missa. Foi um dia inesquecível.



2. A palestra de Dom Luciano de Almeida: No simpósio teológico dos dias 19 e 20 tivemos a dita de atualizar nossa reflexão teológica com palestras de excelente qualidade, mas Dom Luciano foi sensacional. Ele nos falou sobre Eucaristia e transformação da sociedade. Foi uma meditação. Ele insistiu em dizer, a partir da experiência que ele vive, que a Eucaristia é serviço: Como é possível comungar e continuar omisso, rancoroso, violento, egoista, etc (interrogação). Se Cristo deu a vida a ponto de se tornar alimento, como o cristão pode receber este alimento e não partir em missão transformadora?



3. A palestra de Maria CLara Bigmer: Uma das teólogas leigas mais profundas que já tive a oportunidade de ouvir e ver. Fantástica. Ela nos ajudou a refletir sobre Eucaristia e ministerialidade laical. Abriu o leque dos ministérios e os colocou na esteira eucaristica de uma forma poética e comprometedora.



As celebrações eucarísticas foram belíssimas e bem participadas. Na primeira noite o estádio ficou quase cheio com umas de 20.000 pessoas, na noite da juventude umas 10.000 e na última celebração perdi a conta, contudo, calculei umas 45 mil. Tinha gente dentro e muito mais fora do estádio, uma loucura geral, mas bem organizada. Era um outro mar banhando a bela floripa, um mar de cristãos reunidos em torno da Eucaristia.



Foi uma experiencia forte de Deus que não esquecerei tão cedo. Agradeço a Dom Sebastião que a pedido de Dom Luís me convidou para este Congresso, também agradeço ao padre Inspetor que permitiu participar representando a ISMA. Aliás, fora os bispos salesianos presentes: Dom Franco, Possamai, Foralosso, Eduardo, Pavanello, Legal e outros, parece que fui o único salesiano delegado no Congresso. Outros eu não vi e nem tive notícias. Na missa de encerramento apareceram alguns salesianos, mesmo assim muito poucos.



Agradeço aos leigos da minha paróquia que me incentivaram e acompanharam com orações e mensagens pelo celular.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

POR UMA PARÓQUIA SINODAL

Na quarta-feira (25/01), as lideranças comunitárias e pastorais da paróquia Nossa Senhora das Graças em Ananindeua/PA, se reuniram no salão São José, da Igreja Matriz, para o primeiro encontro da

Leia mais

Está gostando deste Conteúdo? Compartilhe!

Ir para o Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos te ajudar? 😀