Breve histórico

A presença salesiana na Amazônia foi cogitada a partir de 1908 por Dom Frederico Costa, após viagem pelo Alto Rio Negro, através de solicitação à Santa Sé. Em 1910, foi criada a Prefeitura Apostólica do Rio Negro e confiada aos salesianos em 1914.

Em 1915 chegaram os primeiros primeiros salesianos: Pe. Bálzola, salesiano Coadjutor José Canudo e Pe. José Solari. A sede para a nova missão foi São Gabriel da Cachoeira.

Atualmente, os Salesianos da Amazônia estão presentes em três Arquidioceses (Manaus, Belém e Porto Velho) e em três Dioceses (São Gabriel da Cachoeira, Humaitá e Ji-Paraná). Estas seis circunscrições eclesiásticas, embora diferentes entre si, têm as características comuns de toda Igreja da Amazônia, consideradas missionárias em razão do escasso número de padres.

 

ANO
ACONTECIMENTO
1921
Fundação do Colégio Dom Bosco de Manaus
1925
A Prefeitura Apostólica passa a ser Prelazia do Rio Negro
1927
Início da primeira comunidade canônica em Porto Velho
1930
Fundação do Colégio Nossa Senhora do Carmo

Atividades na Amazônia:

  • Missões Indígenas: presença em São Gabriel da Cachoeira e Santa Isabel do Rio Negro e em mais seis comunidades indígenas e suas respectivas adjacências.
  • Ambientes Populares: atuando em paróquias, localizadas nos interiores e nas capitais, especialmente em áreas ou bairros periféricos.
  • Juventude: com oratórios, obras sociais dedicadas às crianças e jovens carentes, colégios particulares, aspirantados e escolas conveniadas, inclusive em área indígena.
Compartilhe:
Redes Sociais