Post_EXÉQUIAS_JOSE DALLA VALLE

Padre José Dalla Valle: Missionário salesiano rosto da igreja amazônida

by / 0 Comments / 73 View / 15 de junho de 2019

“Os sonhos bem sonhados com certeza se realizam; o bem que se produz é como chuva que penetra e fecunda a terra e esta produz frutos em abundância”.

 

Padre José Dalla Valle nasceu no dia 4 de setembro de 1926 em Breganze, na região na província de Vicenza, no Norte da Itália. Filho de Innocente e Antônia Dalla Valle, irmão de Valentim, Pedro e Narciso.

Em uma escolinha na aldeia próxima a sua casa, José Dalla Valle iniciou seus estudos ainda muito pequeno, seguindo para o curso primário em uma escola no centro de sua cidade onde lá despertou o desejo de entrar para o seminário salesiano em 1938, sob o apoio de seus familiares.

Em 1943 iniciou o Noviciado em Villa Moglia (Turim), concluindo no ano seguinte com a Primeira Profissão Religiosa (16 de agosto de 1944) nas mãos do então Reitor Mor, Pedro Ricaldone. Frequentou o curso de filosofia em Foglizzo, fez tirocínio no Colle Dom Bosco em Castelnuovo, lugar onde respirava intensamente a memória viva de Dom Bosco.

foto01

Chegou ao Brasil no dia 27 de novembro de 1948, em Recife na então Inspetoria do Nordeste-Norte do país. Dois anos depois, mudou-se para São Paulo onde concluiu seus estudos e ordenado Diácono em 03 de abril de1954. No final do mesmo ano, foi ordenado padre, em 5 de dezembro, pelo então bispo de Caratinga no Mato Grosso, padre Dom Camilo Faresim, o clérigo que o levou para o seminário e foi essencial para sua formação inicial.

foto02

Determinado em seguir como missionário na Amazônia, em especial nas missões do Rio Negro, o seminarista Dalla Valle guardou para si esse desejo. Para sua surpresa, anos mais tarde, recebeu a determinação das missões onde deveria trabalhar: As Missões do Rio Negro, como sempre sonhou.

A ansiedade sobre o seu destino o fez escrever para o bispo da Prelazia no Rio Negro, Monsenhor Pedro Massa que o tranquilizou sobre a sua ida para Iauaretê, na fronteira entre o Brasil e a Colômbia. E assim começavam os primeiros 20 anos do seu sacerdócio (Iauaretê/Pari Cachoeira e São Gabriel), onde foi catequista, coordenador de pastoral e diretor, considerado por ele o período mais bonito de sua vida, cuidando das populações indígenas às margens dos rios Uauapés e Tiquié, onde organizou sistematicamente o trabalho pastoral dos catequistas que até hoje é considerado modelo.

foto03

Em Manaus, trabalhou de 1975 a 1978 no Colégio Salesiano Domingos Sávio, onde promoveu ensino das artes gráficas, adquirindo novos equipamentos de aprendizagem e, com seus esforços, conseguiu junto à Seduc autorização para implantar no colégio, o curso profissionalizante de 2º grau. Foi pároco da igreja de São José Operário (Centro). Também foi diretor do Centro Vocacional Salesiano (bairro São José, Zona Leste).

Padre José Della Valle aprendeu a amar a Amazônia antes mesmo de conhecê-la, e deixou pelas obras por onde passou muitos ensinamentos. Investiu suas energias em prol de populações inteiras entregues ao abandono, à ignorância, à miséria e ao perigo de extinção. Assistindo-as com instrução e educação adequadas. Em reconhecimento a sua dedicação em prol do povo de nossa terra, foi que no dia 10 de setembro de 2010 recebeu o título de cidadão do Amazonas da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, quando deixou a mensagem sempre atual.

CIMG2197 (Small)

Por conta da saúde debilitada, passou seus últimos anos na casa inspetorial. Apesar dos problemas de saúde, não deixava de ser presença, sempre com uma palavra que confortava e com olhar acolhia, levava o sacramento do perdão àqueles que o procuravam.

Fonte biográfica: arquivos da Inspetoria São Domingos Sávio                                                                            CIC- Comissão Inspetorial de Comunicação

 

digitalizar0015 (Small) P1000321 (Small) digitalizar0016 CIMG2208 (Small)

_MG_1689 (Small)

Compartilhe:
Redes Sociais

Your Commment

Email (will not be published)