91213fbc-9190-47e6-8de8-156b00b4ac72

NOVE JOVENS SÃO ENVIADOS PARA EXPERIÊNCIA DE VOLUNTARIADO VOCACIONAL

by / 0 Comments / 80 View / 18 de julho de 2017

Por Vivian Marler / Comunicação São Domingos Sávio –

Nove jovens provenientes dos Estados do Amazonas e Pará foram enviados para experiência de voluntariado vocacional às obras salesianas da Inspetoria São Domingos Sávio, no Amazonas e no Pará.

Com idades entre 19 e 31 anos, os jovens após fazerem um pedido formal, passarão seis meses nas obras conhecendo e trabalhando junto aos Salesianos. Ao final do período serão avaliados pelas comunidades a que foram designados, se continuarem, farão no próximo ano, no Centro Salesiano de Formação – CESAF, em Manaus, o pré-noviciado.

Antes do envio, eles fizeram uma semana e meia de convivencia, sendo três dias (de 6 a 8) de retiro e seis dias de formação. Com o tema “Sentido da Vida” foi trabalhado a importância do discernimento vocacional. No segundo dia, o Padre Antônio de Assis Ribeiro (P Bira), recém nomeado bispo-auxiliar de Belém, falou sobre a importância e o sentido do Voluntariado Vocacional “O discernimento vocacional é um tempo de confronto dos seus sentimentos, desejos e projetos com a vontade de Deus.  A meta é descobrir e seguir a vontade de Deus que, aos poucos, vai se revelando em nós, nos compromete e nos realiza. É um serviço que estamos prestando aos jovens para que faça com saber sua opção Vocacional, zelem por ela, façam o bem e sejam felizes”, disse padre Bira.

“O objetivo dessa convivência foi preparar os jovens para o voluntariado vocacional. E ao longo do tempo que passaram em Manaus, puderam vivenciar, através da experiência dos Salesianos (sdb e fma), como a da Irmã Cláudia que apresentou ‘as raízes da filhas de Maria Auxiliadora”, disse Padre Raimundo Marcelo, encarregado pelo aspirantado.

O diretor do Colégio Dom Bosco, no centro de Manaus, falou sobre a ‘Experiência missionária, um mandando de Jesus’; padre Justino Sarmento, vigário paroquial do Santuário São José Operário, falou sobre sua vocação como salesiano e também sobre as missões. O Irmão Dernival Ricardo, falou sobre a vocação do irmão coadjutor.

Além das palestras, celebrações , passeio, e colóquio personalizado, o encontro foi finalizado com uma Celebração Eucarística presidida pelo inspetor, padre Francisco Alves de Lima, que apresentou o destino para as casas salesianas da Missão em Santa Isabel, São Gabriel da Cachoeira (no Alto Rio Negro), Ananindeua e Belém (no Pará).

O voluntariado irá permitir a experiência do discernimento vocacional de maneira prática, envolvendo-os nas atividades, partilhando a vida, colaborando na missão, encontrando outros jovens, e assim os voluntários vocacionais poderão responder ao chamado de Deus para a vida religiosa.

Para Bruno, 22 anos, de Ourém (PA), que foi destinado a Missão Salesiana de Santa Isabel, a convivência deu a ele um outro olhar “Esses dias de convivência ajudou-me a conhecer mais a Congregação Salesiana e a missão q realizam”, disse. E concluiu falando sobre sua expectativa e o que espera daqui para frente “A minha expectativa em relação ao voluntariado é que possa fazer bem o trabalho que me é confiado, assim como amadurecer mais na escolha de minha vocação. Pois, para mim, voluntariado é tempo de doação e missão”.

Padre Raimundo Marcelo falou da alegria de recebe-los “Acolher esse jovens e conviver com eles é uma alegria muito grande, pois esse jovens são sinais de que Deus ama a congregação salesiana e continua enviando jovens para a vida consagrada no estilo de Dom Bosco”, e complementou sobre uma certeza que tem “Tenho certeza q a experiência do voluntáriado vocacional os ajudará a responder melhor ao chamado de Deus, pois, eles estarão vivendo na prática a vida salesianas, acompanhados pelos diretos é demais irmãos das casas onde foram destinados. Os saleisanos se puseram a disposição para acolher esses jovens e ajudá-los nessa experiência. Isso é muito pois mostra q na nossa inspetoria há uma cultura vocacional. Todos somos responsáveis por cultivar as vocações que Deus nos envia” disse.

Os jovens são proveniências do Amazonas: Municipio de Santa Isabel (1), Yauaretê (2 indígenas)  e de Manaus (1); do Pará: do município de Quatipuru (1), Ourém (1), Santarém (1), Monte Alegre(1) e de Santarém Novo (1). E seus envios são para o Pró-Menor Dom Bosco, em Manaus, vão Felipe e Paulo; para as Missões em Santa Isabel irão Bruno e Alailson, e para a de São Gabriel da Cachoeira irão Miguel e Heiller; para a  Escola Salesiana do Trabalho irão Divarson e Tailes, e para o Colégio Carmo em Ananindeua irá o jovem Klimak.

 

Compartilhe:
Redes Sociais

Your Commment

Email (will not be published)